Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 3 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Olimpíadas de Atenas continua com pouco público


Do Diário OnLine
Com Agências

17/08/2004 | 03:14


A abertura oficial das Olimpíadas de Atenas aconteceu na sexta-feira, mas o público continua longe das competições na Grécia. Excetuando algumas provas com atletas gregos, da natação e do judô, o que se vê são estádios e ginásios com poucos torcedores.

O interesse é pequeno até para provas com atletas consagrados. A seleção brasileira masculina de vôlei, campeã da Liga Mundial e da Copa do Mundo, estreou para o ginásio vazio. O mesmo quadro foi enfrentado pela tenista americana Venus Williams, que jogou para menos de 500 torcedores.

O vôlei de praia também está sendo ignorado pelos torcedores. Os organizadores das Olimpíadas já admitem que cerca de dois milhões de ingressos, quase a metade do total oferecido, devem ficar encalhados nas bilheterias.

O medo de terrorismo, que afastou milhares de turistas americanos dos Jogos, é apontado como uma das causas do fracasso de público. A situação foi ironizada pelo presidente da Fifa, Joseph Blatter. O dirigente disse que foi a uma competição de remo e teria tempo, antes da prova de cerca de cinco minutos acabar, para apertar a mão de todos os torcedores nas arquibancadas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Olimpíadas de Atenas continua com pouco público

Do Diário OnLine
Com Agências

17/08/2004 | 03:14


A abertura oficial das Olimpíadas de Atenas aconteceu na sexta-feira, mas o público continua longe das competições na Grécia. Excetuando algumas provas com atletas gregos, da natação e do judô, o que se vê são estádios e ginásios com poucos torcedores.

O interesse é pequeno até para provas com atletas consagrados. A seleção brasileira masculina de vôlei, campeã da Liga Mundial e da Copa do Mundo, estreou para o ginásio vazio. O mesmo quadro foi enfrentado pela tenista americana Venus Williams, que jogou para menos de 500 torcedores.

O vôlei de praia também está sendo ignorado pelos torcedores. Os organizadores das Olimpíadas já admitem que cerca de dois milhões de ingressos, quase a metade do total oferecido, devem ficar encalhados nas bilheterias.

O medo de terrorismo, que afastou milhares de turistas americanos dos Jogos, é apontado como uma das causas do fracasso de público. A situação foi ironizada pelo presidente da Fifa, Joseph Blatter. O dirigente disse que foi a uma competição de remo e teria tempo, antes da prova de cerca de cinco minutos acabar, para apertar a mão de todos os torcedores nas arquibancadas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;