Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 17 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Robert recusa proposta de redução dos salários e está fora do Santos


Edélcio Cândido
Do Diário do Grande ABC
Com Agências

09/08/2002 | 00:22


O meia Robert não joga mais pelo Santos. Ele reapareceu nesta quinta-feira no CT Rei Pelé, não concordou com a proposta do clube de redução salarial e só vai treinar para manter a forma enquanto seu advogado discute a rescisão amigável do contrato. O meia, que retornou quarta-feira à noite de Fortaleza, onde descansou uma semana, não quer dar entrevistas enquanto não resolver o seu problema.

A situação de Rubens Cardoso é diferente. Por ser um jogador que desperta interesse de clubes brasileiros e de fora e custou caro – R$ 2 milhões e mais os passes de Gustavo Nery e Fernando Fumagalli –, deve ser trocado por um atacante experiente ou negociado. Robert e Rubens Cardoso participaram da campanha do vice-campeonato da Libertadores obtido pelo São Caetano.

Com a aproximação da estréia no Campeonato Brasileiro, sábado à tarde, contra o Botafogo-RJ, na Vila Belmiro, aumenta a ansiedade dos jogadores mais novos. Diego, o mais experiente dos meninos, embora tenha apenas 17 anos, está empolgado com a sua escolha para ser o meia de criação da equipe e o encarregado das cobranças de escanteios e de faltas laterais para o aproveitamento de André Luís, Preto, Alberto e Renato. Na quinta, ele não se limitou a fazer o que o técnico pediu. Foi à frente, fez gol e até tentou marcar de bicicleta.

"Quero ser um dos destaques do Campeonato Brasileiro para alcançar mais cedo o meu objetivo, que é ser convocado para a Seleção principal, mas para que isso aconteça, vou ter de jogar muita bola ainda", disse Diego.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Robert recusa proposta de redução dos salários e está fora do Santos

Edélcio Cândido
Do Diário do Grande ABC
Com Agências

09/08/2002 | 00:22


O meia Robert não joga mais pelo Santos. Ele reapareceu nesta quinta-feira no CT Rei Pelé, não concordou com a proposta do clube de redução salarial e só vai treinar para manter a forma enquanto seu advogado discute a rescisão amigável do contrato. O meia, que retornou quarta-feira à noite de Fortaleza, onde descansou uma semana, não quer dar entrevistas enquanto não resolver o seu problema.

A situação de Rubens Cardoso é diferente. Por ser um jogador que desperta interesse de clubes brasileiros e de fora e custou caro – R$ 2 milhões e mais os passes de Gustavo Nery e Fernando Fumagalli –, deve ser trocado por um atacante experiente ou negociado. Robert e Rubens Cardoso participaram da campanha do vice-campeonato da Libertadores obtido pelo São Caetano.

Com a aproximação da estréia no Campeonato Brasileiro, sábado à tarde, contra o Botafogo-RJ, na Vila Belmiro, aumenta a ansiedade dos jogadores mais novos. Diego, o mais experiente dos meninos, embora tenha apenas 17 anos, está empolgado com a sua escolha para ser o meia de criação da equipe e o encarregado das cobranças de escanteios e de faltas laterais para o aproveitamento de André Luís, Preto, Alberto e Renato. Na quinta, ele não se limitou a fazer o que o técnico pediu. Foi à frente, fez gol e até tentou marcar de bicicleta.

"Quero ser um dos destaques do Campeonato Brasileiro para alcançar mais cedo o meu objetivo, que é ser convocado para a Seleção principal, mas para que isso aconteça, vou ter de jogar muita bola ainda", disse Diego.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;