Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 26 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Meia do Açougue, com 493 votos, assume vereança de São Caetano

Denis Maciel/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Segundo suplente ficará com vaga de Vidoski, mais votado da cidade em 2012, com 3.026 sufrágios


Gustavo Pinchiaro
Do Diário do Grande ABC

14/03/2015 | 07:00


Valderi Pinto de Sousa, o Meia do Açougue (PSDB), que obteve só 493 votos para vereador de São Caetano na eleição de 2012 e ficou com a vaga de segundo suplente, vai assumir por 22 dias (três sessões ordinárias) a cadeira do parlamentar Beto Vidoski (PSDB), que foi o mais votado da cidade, com 3.026 sufrágios. Vidoski pediu a segunda licença do mandato alegando estar cumprindo acordo para dar espaço e fortalecer correligionários.

No ranking por votos dos nomes que disputaram uma das 19 cadeiras do Legislativo são-caetanense, 30 políticos obtiveram maior número de sufrágios do que Meia do Açougue. Entres esses estão vários ex-vereadores e lideranças expressivas.

A solicitação de saída temporária de Vidoski será avaliada pelo plenário na terça-feira e tende a ser aprovada por unanimidade. O pedido atende a um acordo pré-eleitoral para privilegiar os suplentes que contribuíam com votos para tingir o quociente eleitoral e garantir a cadeira do tucano. Em 2013, o primeiro suplente da coligação PSDB-PRB-PTdoB-PTC, Daniel Córdoba (PSDB), também exerceu o mandato por três sessões com pedido de licença do vereador.

“Estou cumprindo um acordo partidário que também será respeitado pelo Daniel Córdoba (PSDB, primeiro suplente). Tive dificuldade na coligação para ter o quociente eleitoral e prometi que, se ganhasse, abriria esse espaço. Já fui suplente uma vez e sei como é a expectativa, porque, lá atrás, não cumpriram a palavra comigo”, declarou Vidoski.

Com esse pedido, a Câmara registra a sexta solicitação de licença temporária. Recentemente, Severo Neto (PSB) deu lugar a Maurício Fernandes (PSB) para assumir a Pasta de Esporte e Cultura. Gersio Sartori (PTB) deixou a cadeira por um mês para Airton Lauriano (PTB). Hoje ouvidor municipal, José Quesada (PMDB) chegou a substituir Eder Xavier (sem partido) por três meses, quando também foi chefiar o setor de Esporte.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;