Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Número de furtos de tampas de bueiro despenca no ABC


Rodrigo Cipriano
Do Diário do Grande ABC

25/10/2003 | 17:38


Nos últimos dois meses, o número de casos de furtos de tampas de bueiro na região caiu de forma considerável. Há cerca de dois meses, quando o Diário divulgou a onda de crimes, mais de 350 tampas já tinham sido levadas desde o início do ano.

Desde então, a ação dos ladrões se concentrou em apenas duas cidades: Mauá e Ribeirão Pires. Nos últimos 60 dias, as cidades registraram 60 casos. As administrações não souberam explicar o motivo da centralização.

As outras prefeituras não registraram casos de furto. Segundo as administrações, a redução dos índices se deve à mudança de postura em relação ao problema. A maioria dos municípios comunicou a Guarda Civil Municipal e a Polícia Militar sobre a incidência dos crimes. A estas foi pedida mais atenção para os furtos durante as rondas.

Mas houve também a opção por soluções mais agressivas. Em Ribeirão Pires, a administração pretende trocar até o início do próximo mês 70 tampas de bueiro. As novas peças, que já estão sendo instaladas no município, serão chumbadas ao asfalto para dificultar a ação dos ladrões.

A abertura da tampa, para viabilizar a limpeza do bueiro, será possível por meio de uma dobradiça. A troca custou ao município um investimento de R$ 6 mil. “A situação estava insustentável. Em alguns lugares, a mesma boca de bueiro já teve a tampa furtada três vezes”, afirmou o secretário de Obras e Serviços Municipais, Douglas Carvalho.

“Esses furtos estavam colocando em risco a segurança das pessoas. Um carro poderia se acidentar em um destes buracos ou uma pessoa poderia ser arrastada para este lugar durante uma enxurrada”, disse Carvalho.

Diadema também pretende chumbar as tampas de bueiro do município ao asfalto. O processo está em fase de licitação e a administração ainda não sabe qual será o custo da troca. A data de conclusão da reposição também não está definida.

Crime – De acordo com o Código Penal, furtar bem público, no caso as tampas de bueiro, é crime. Caso seja condenado, seu autor está sujeito de um a quatro anos de prisão.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;