Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Oposição promete barrar mínimo de R$ 260 no Senado


Do Diário OnLine
Com Agências

03/06/2004 | 14:06


Um dia após a aprovação na Câmara da MP (medida provisória) que fixou o salário mínimo em R$ 260, líderes do PFL e PSDB avisaram que o valor não será aprovado no Senado. Nesta quinta-feira, o ministro da Coordenação Política, Aldo Rebelo, se reuniu com os senadores oposicionistas para discutir a pauta do Congresso.

PSDB e PFL prometeram atrasar ao máximo a votação da MP do salário mínimo. Como a maioria governista no Senado não é tão grande quanto na Câmara, os oposicionistas acreditam que podem elevar o mínimo para R$ 275.

O líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM), disse que o valor de R$ 260 não passa na Casa. Ele lembrou que muitos senadores governistas apóiam um reajuste maior.

Já o líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (AL), não teme a votação e afirmou que a MP será aprovada "com naturalidade".

Pauta- Na reunião com a oposição, Rebelo discutiu a pauta de votações. O consenso foi de que o Senado deve votar nas próximas semanas a Lei de Biossegurança, a Lei de Falência, a reforma do Judiciário e a alteração no número de vereadores. A proposta das Parcerias Público-Privadas foi deixada de fora, pois o PSDB a considera equivocada.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;