Fechar
Publicidade

Sábado, 22 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

A teoria e a prática


Do Diário do Grande ABC

05/12/2021 | 09:25


Existem situações em que os fatos desmentem as declarações. Em 26 de novembro, o chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, avisou pelas redes sociais que o Brasil fecharia as fronteiras para os países da África em virtude da descoberta da variante ômicron do coronavírus. Agora surge a informação de que um morador de São Bernardo, vindo da Etiópia, e que desembarcou em Cumbica um dia depois (27) notou ‘descaso’ das autoridades sanitárias e está sob monitoramento da Vigilância Epidemiológica.


É sempre bom ressaltar que o bloqueio anunciado pelo ministro só foi publicado no dia 27 e começou a valer no dia 29. E também que citava nominalmente seis países: África do Sul, Botsuana, Eswatini, Lesoto, Namíbia e Zimbábue. Porém, diante da possibilidade do surgimento de uma mutação do vírus que alarmou todo o planeta, não seria o caso de elevar o rigor das inspeções? Ter mais cuidado com quem veio da Etiópia, que fica no mesmo continente?


Isso só reforça a atitude correta tomada pelo Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, que naquele dia 26 manifestou-se por meio de ofício ao Ministério da Saúde cobrando a exigência de que as pessoas vindas do Exterior estejam com a vacinação completa e com teste que comprovem a não contaminação pela Covid, como mostrou este Diário em suas páginas eletrônicas e também na edição impressa.


Não se trata de inibir liberdade de ir e vir, como alguns insistem em dizer. Muito menos de preconceito ou coisa que o valha. É sim uma forma de proteger a vida dos cidadãos. Quem, deliberadamente, coloca a integridade de um semelhante em risco tem de ser visto como criminoso e não defensor de causa alguma.


O Brasil já perdeu gente demais para a Covid. É inadmissível que por ‘descaso’, como classificou o cidadão de São Bernardo, a ômicron possa ter a entrada facilitada no País.


É necessário que cada um faça a sua parte. Um pouco mais de sacrifício pode ser o diferencial entre acabar de vez com essa ameaça ou prorrogar o medo por período ainda maior. Vale a reflexão. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;