Fechar
Publicidade

Domingo, 23 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Hans Grudzinski simplesmente produzia. E criava em sua casa, no coração de Mauá. E há quem ignore a sua obra


Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

04/12/2021 | 00:05


Saiba, caro leitor, residente ou não em Mauá, que o sérvio Hans Grudzinsk, radicado na cidade desde a juventude, é um gravurista de projeção nacional e internacional.

Ele construiu sua casa no bairro Matriz. Ali viveu e produziu sua obra principal até, praticamente, o fim da vida.

Há uma vasta pesquisa documental que evidencia a importância da manutenção da casa, pelo seu valor histórico e artístico, para Mauá, para o Estado de São Paulo e para o País.

Está em curso uma mobilização da opinião pública em prol do tombamento.

Foi aprovada, por unanimidade, uma moção de apoio em favor do tombamento pelos vereadores mauaenses.

Com tudo isso, fica claro que o Condephaat-Mauá deu de ombros à história e cedeu o espaço à especulação imobiliária.

Um recém-empossado integrante do Condephaat-Mauá teria afirmado que nunca ouvira falar de Hans Grudzinski, motivo pelo qual era contrário ao tombamento, não evidenciando o fato de ser corretor de imóveis.

<Outro argumento foi que o Executivo havia sinalizado não haver interesse, por parte da Prefeitura, pela manutenção do bem. Seria isto, prefeito Marcelo Oliveira?

São ações como esta que vão apagando a memória das cidades do Grande ABC. Não é possível que o espaço da casa-ateliê de Hans Grudzinski seja cenário de um novo arranha-céu.

Em contraponto ao dito “progresso”, a preservação e a disseminação da história e da memória do povo mauaense contribuiriam para despertar o orgulho pela cidade e fomentar o senso de pertencimento em cada munícipe. 

Alguém muito querido nos disse isso. 

Assinamos embaixo.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;