Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Diadema deixou fim da integração em segundo plano

Banco de dados Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Documentos mostram que pleito deu lugar à preocupação com ambulantes nos terminais


Júnior Carvalho
do Diário do Grande ABC

26/10/2021 | 00:07


O governo do prefeito de Diadema, José de Filippi Júnior (PT), deixou em segundo plano o debate sobre o fim da cobrança da integração nos terminais da cidade. Documentos obtidos pelo Diário mostram que o pleito perdeu prioridade, pelo menos oficialmente, nas negociações com a EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos).

Os ofícios mostram que a discussão em torno da retirada das catracas nos terminais Diadema e Piraporinha foi substituída, por exemplo, pela preocupação do governo Filippi sobre o trânsito de comerciantes ambulantes nas dependências das estações. Os dados constam em comunicados enviados pela gestão petista à EMTU, cujo teor foi obtido pelo Diário via Lei de Acesso à Informação. O assunto é tema caro ao Parque do Paço, já que o fim da tarifação pela baldeação foi a principal promessa de campanha de Filippi nas eleições de 2020.

Segundo os ofícios, a única menção explícita à “retirada das catracas” nos dois terminais foi feita em um ofício assinado pelo próprio prefeito (nº 42/2021) e enviado em 3 de março ao diretor-presidente da EMTU, Marco Antonio Assalve. De la para cá, a administração enviou apenas mais uma correspondência à empresa, mas tratou de diversos outros temas e não citou oficialmente o debate sobre o fim das catracas.

A EMTU respondeu Filippi apenas em 27 de abril. Em suma, negou o pleito alegando que as catracas são “o único meio de controlar os quantitativos de passageiros”. Esse argumento foi refutado pelo governo Filippi em levantamento enviado à empresa em outro ofício (541/2021). Segundo o município, as catracas não contabilizam o número de usuários que são transferidos de um sistema para o outro, mas apenas a cobrança de R$ 1,15 para acesso dos passageiros do transporte municipal aos trólebus do Corredor ABD. Porém, não pediu formalmente a retirada das catracas. O documento mostra preocupação do governo municipal em fiscalizar a entrada de ambulantes nos terminais e de usuários que não pagam passagem, além de pedir atenção da EMTU para evitar o uso de banheiros das estações “para outras finalidades”.

Esse último ofício foi respondido pela empresa no mês passado e cita questões levantadas em reunião realizada em julho entre o município e a empresa. Em nenhum momento, porém, a EMTU fala no fim da cobrança da integração. Também não há menção à proposta do município em assumir a gestão dos terminais, como divulgou o prefeito nos últimos meses.

Ao Diário, o governo Filippi refutou as informações, sustentando que vem dialogando com o governo João Doria (PSDB) sobre o assunto sem a necessidade de envio de ofícios. “De março até outubro, foram oito encontros presenciais entre o prefeito Filippi e o secretário de Mobilidade e Transportes, José Evaldo Gonçalo, com algum representante do governo do Estado para tratar do assunto. Entre eles, o então secretário estadual de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, e o vice-governador Rodrigo Garcia. Em todas essas datas, a pauta da integração foi discutida, inclusive ventilando a possibilidade de a Prefeitura de Diadema assumir a gestão dos dois terminais.”  



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;