Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Em reencontro de Messi e Guardiola, PSG e City fazem aguardado duelo na Liga

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


28/09/2021 | 07:30


Num dos jogos mais aguardados desta Liga dos Campeões, Lionel Messi vai reencontrar Pep Guardiola nesta terça-feira, às 16 horas (de Brasília), desta vez sem a camisa do Barcelona. O argentino será a grande aposta do Paris Saint-Germain na tentativa de superar o Manchester City, do técnico catalão, algoz dos franceses na última semifinal. A rodada também terá Real Madrid, Liverpool, Milan e Inter de Milão em campo nesta terça.

No Parque dos Príncipes, a partida entre franceses e ingleses terá sabor de vingança para os anfitriões. Afinal, o City despachou o PSG com duas vitórias (2 a 1 e 2 a 0) na última semifinal. Historicamente, o time de Guardiola leva boa vantagem sobre o rival na competição, com três triunfos, um empate e nenhuma derrota. Em outro duelo entre os dois, o City eliminou o time de Paris nas quartas de final na temporada 2015-2016.

Curiosamente, os dois times são os últimos vice-campeões da Liga. Na temporada passada, o City caiu diante do Chelsea na final. No ano anterior, o PSG foi batido pelo Bayern de Munique. As coincidências não param por aí. Ingleses e franceses têm histórico semelhante, passando de medianos para grandes nos últimos anos somente após vultosos investimentos estrangeiros. O City foi beneficiado por aportes dos Emirados Árabes Unidos, enquanto o PSG recebe pesadas cifras do Catar.

Em ambos os times, os investimentos buscam um objetivo só: a conquista da Liga dos Campeões pela primeira vez. Os dois clubes já chegaram à final, que parece obstáculo intransponível mesmo após tanto dinheiro gasto com contratações. A última grande aposta foi o próprio Messi, cobiçado por ambos. Nesta, o PSG levou a melhor e formou ataque poderoso, com Neymar e Mbappé.

O desafio é fazer o trio funcionar junto. Na estreia dos três jogando como titular, na rodada de abertura da fase de grupos da Liga dos Campeões, a atuação ficou abaixo do esperado. E o PSG apenas empatou com o Club Brugge por 2 a 2. A situação interna piorou desde então, por motivos diferentes. Messi sofreu leve lesão no joelho esquerdo e Mbappé foi flagrado criticando Neymar, gerando questões internas para o técnico Mauricio Pochettino resolver.

Preocupado, o presidente do PSG, Nasser Al Khelaifi, compareceu ao último treino antes da partida, na companhia do diretor esportivo Leonardo. A ideia era mostrar autoridade diante da possível perda de controle do treinador sobre o elenco francês. E, ao mesmo tempo, mostrar a importância do duelo desta terça, principalmente após o tropeço na estreia. Al Khelaifi saiu do treino com uma boa notícia: Messi deve jogar.

Do outro lado, a situação está mais tranquila para Guardiola. Afinal, fez 6 a 3 no RB Leipzig, da Alemanha. Mas os três gols sofridos na estreia preocuparam o treinador, que deve contar com o volante Fernandinho entre os titulares, para proteger mais a defesa. O treinador está ciente de que enfrentar Messi será uma tarefa mais complicada.

"O PSG na temporada passada foi uma equipe fantástica, jogavam unidos e agora tem o Messi. São um enorme candidato (ao título). Vai ser um novo jogo, uma nova fase de grupos e será diferente", projetou Guardiola. "Temos de jogar de forma compacta. Muita ajuda de todos porque vamos sofrer. É preciso saber lidar com o sofrimento." Pelo mesmo Grupo A, Leipzig e Brugge vão se enfrentar no mesmo horário.

DUPLA BRASILEIRA NO REAL? - O confronto entre o poderoso Real Madrid e o modesto FC Sheriff, da Moldávia, poderá ser especial para Vinicius Junior e Rodrygo. Pela primeira vez, eles poderão ser titulares juntos no ataque espanhol, ao lado de Benzema, numa partida da Liga dos Campeões. Eles formaram o trio ofensivo nas últimas duas partidas do Campeonato Espanhol - um empate e uma goleada.

Carlo Ancelotti, porém, pode sacar Rodrygo para o retorno de Eden Hazard, que não consegue convencer com a camisa do Real. O zagueiro Éder Militão e o volante Casemiro são titulares confirmados. O lateral Marcelo segue machucado. Após vencer a Inter na estreia por 1 a 0, o Real se tornou o favorito para ficar com o primeiro lugar do Grupo D. Já os atuais campeões italianos vão até a Ucrânia para enfrentar o Shakhtar Donetsk.

O Grupo B também reserva dois bons jogos para esta terça. Estarão em campo dois dos maiores vencedores da Liga: Liverpool e Milan. Os ingleses vão visitar o Porto, em mais um confronto entre os dois times na competição continental. Apesar de vir de tropeço, o Liverpool lidera o Campeonato Inglês e estreou com vitória sobre o próprio Milan, por 3 a 2, no torneio europeu.

Para o duelo desta terça, o técnico Jürgen Klopp pode escalar Roberto Firmino entre os titulares formando trio com Salah e Diogo Jota. Mané deve ficar como opção para evitar desgaste físico. O volante Fabinho será titular, apesar do rodízio do treinador no meio-campo.

O Milan terá tarefa mais difícil. Visitará o Atlético de Madrid na tentativa de somar ao menos o seu primeiro ponto em seu duro retorno à Liga dos Campeões. Os espanhóis apostam em Luiz Suárez e em Antoine Griezmann, que ainda não fez boa exibição na sua volta ao clube.

No Grupo C, o destaque é o Borussia Dortmund e seu artilheiro, Erling Haaland, que marcou na estreia e contribuiu para a vitória sobre o Besiktas por 2 a 1. O adversário desta terça será o Sporting. O Ajax será o rival do time turco no mesmo dia.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;