Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Nasce uma estrela na Via Anchieta. O caminhão que Ruy Barbosa ganhou


Ademir Medici

28/09/2021 | 05:49


Era uma sexta-feira, pouco mais de 11h da manhã, 65 anos exatos atrás. O presidente Juscelino Kubitschek, o governador Jânio Quadros, o presidente da Mercedes-Benz mundial, o prefeito Aldino Pinotti, todos eles dirigiram-se à nascente fábrica de caminhões, testemunhando uma nova era na indústria automobilística brasileira.

A Willians Overland do Brasil já funcionava ali pertinho, na então Estrada do Taboão. A fábrica da Volkswagen estava sendo construída. Em pleno funcionamento a Varam Motores. A Brasmotor montava modelos VW. E a Mercedes chegava com sua estrela monumental vista de várias partes da cidade, principalmente para os que cortavam e cortam o km 16 da Via Anchieta.

“Falando na progressista cidade de São Bernardo, quero, em primeiro lugar, saudar o povo bandeirante”, iniciou o presidente JK o seu discurso.

“Esta fábrica será uma das mais potentes forças do nosso progresso que, dia a dia, distende as fronteiras econômicas do povo brasileiro”, declarou JQ.

“Tenho a honra de entregar, em pleno funcionamento, a primeira fábrica de caminhões instalada em território brasileiro”, proclamou Alfred Jurzykowski, presidente do conselho administrativo da empresa no Brasil.

“Possa esta nova estrela, que surge no país do Cruzeiro do Sul, contribuir para o progresso e prosperidade da economia do Brasil”, desejou Fritz Kernecke, presidente da Daimler-Bens, da Alemanha.

“Esta fábrica significa para nós uma escola de trabalho e uma oportunidade de elevar o nosso nível profissional”, discursou o operário Sebastião Hilário dos Santos.

RUY BARBOSA

No encerramento da festa da inauguração da Mercedes-Benz, realizou-se um desfile de caminhões nacionais dirigidos pelas autoridades, cortejo aberto pelo Mercedes fabricado em 1903, que o imperador Guilherme II ofereceu a Ruy Barbosa. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;