Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Tecnologia

tecnologia@dgabc.com.br | 4435-8301

Google lança mais um cabo submarino

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Da Redação
Do 33Giga

25/09/2021 | 11:18


*Por Vivaldo José Breternitz

Pode parecer paradoxal, mas uma tecnologia que entrou em operação comercial em 1866, vem ganhando cada vez mais importância nestes tempos de internet.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Trata-se do cabo submarino, que naquele ano passou a ligar os Estados Unidos e a Europa, transmitindo mensagens telegráficas. Agora, em tempos de internet, dado o imenso volume de dados que precisa ser transmitido, novos cabos vêm sendo continuamente lançados.

Cabo submarino é alternativa viável dos pontos de vista técnico e comercial, substituindo a transmissão de dados via satélite, com menor capacidade e mais cara.

Se você tem alguma dúvida sobre tecnologia, escreva para  e suas questões podem ser respondidas

Empresas privadas, como o Google, estão nesse negócio. O mais novo cabo submarino da gigante das buscas chegou ao Reino Unido, conectando Nova York a Bude, Inglaterra.

O cabo submarino já havia chegado a Bilbao, Espanha, no início deste mês. Sua extensão é de quase sete mil quilômetros. Trata-se de um cabo de nova geração, projetado para enviar até 350 terabytes de dados por segundo, devendo estar totalmente funcional no próximo ano.

O cabo leva o nome da pioneira da computação Grace Hopper (1906-1992), que entre outras coisas, esteve envolvida na criação do Fortran e do Cobol. Ela foi tão importante nessa área que a Marinha dos Estados Unidos, da qual era almirante, deu seu nome a um navio.

Este não é o único novo cabo submarino do Google. No início deste ano, a empresa anunciou o Firmina, que se estenderá da costa leste dos Estados Unidos até Brasil, Uruguai e Argentina. Ele deve entrar em operação em 2023. Esse cabo leva o nome de uma brasileira pouco conhecida, a escritora e abolicionista maranhense Maria Firmina dos Reis (1822-1917).

Leia mais:
10 filmes e séries sobre segurança da informação e privacidade de dados
Cookies e privacidade na internet: veja os riscos de aceitar tudo automaticamente

Recentemente, o Google anunciou o lançamento de mais dois novos cabos: o Blue, ligando Itália, França Grécia e Israel, e o Raman, conectando Jordânia, Arabia Saudita, Djibuti, Oman e Índia.

Os novos cabos adicionam mais capacidade e resiliência à rede do Google, capacitando-a a suportar melhor não apenas os serviços tradicionais de internet, mas também a computação em nuvem, que vem crescendo a taxas elevadas.

*Vivaldo José Breternitz, Doutor em Ciências pela Universidade de São Paulo, é professor da Faculdade de Computação e Informática da Universidade Presbiteriana Mackenzie.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;