Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 3 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

tecnologia@dgabc.com.br | 4435-8301

Idosos na internet: 5 dicas para evitar fraudes online

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Da Redação, com assessoria
Do 33Giga

09/09/2021 | 16:18


Com a pandemia de covid-19 e as medidas de isolamento social, cada vez mais pessoas passaram a resolver a maior parte de suas pendências remotamente. Neste contexto, quem se sai prejudicado são os idosos. Além de serem os mais afetados pelo novo coronavírus, eles têm de lidar com golpes online. De acordo com dados da Febraban (Federação Brasileira de Bancos), entre os meses de março e setembro de 2020, crimes virtuais contra idosos cresceram cerca de 60%.

Eduardo Tardelli, CEO da upLexis, empresa especializada em mineração de dados, aponta que os idosos são alvos fáceis por justamente não terem tanta familiaridade com o meio virtual. “Muitos passaram a usar as plataformas online durante o período de quarentena. Assim, as organizações criminosas viram uma oportunidade fácil de aplicar golpes em quem não entende o universo digital”, comenta.

Para não ser vítima de um crime virtual, Tardelli dá cinco dicas de como evitar fraudes online e que seus dados caiam em mãos erradas. Confira!

Leia mais:
Brasileiros sofrem uma tentativa de fraude a cada 8 segundos
10 filmes e séries sobre segurança da informação e privacidade de dados
App rastreia compras online feitas por um CPF e identifica fraudes

1. Não clique em links desconhecidos

Principalmente aqueles que vêm de mensagens apontadas como ‘encaminhadas com frequência’. Ao clicar nesse link, um software mal-intencionado pode invadir seu computador ou smartphone e roubar suas informações.

2. Não confirme seus dados bancários por SMS ou WhatsApp

Caso alguém entre em contato alegando ser funcionário do banco e pedindo para confirmar seus dados, não responda. Entre em contato diretamente com o seu banco para evitar fraudes online.

3. Desconfie de promoções e benefícios “milagrosos”

Descontos muito grandes ou benefícios incomuns vindos de instituições financeiras costumam ser um jeito de captar seus dados bancários.

4. Cuidado com os cadastros

Alguns sites e aplicativos pedem cadastros em troca de acesso a determinados conteúdos. Caso eles não digam de forma clara o que farão com as informações, desconfie. Para evitar fraudes online, também vale observar se há erros de português, perguntar a pessoas próximas se conhecem aquele site ou até mesmo pesquisar no Google se há reclamações sobre a página.

5. Coloque verificação de duas etapas no WhatsApp

Tem se tornado comum os criminosos roubarem a conta de uma vítima e usarem para pedir dinheiro a familiares e amigos. Evite isso colocando dupla verificação e, em hipótese alguma, passe qualquer código relacionado ao WhatsApp para terceiros.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;