Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 3 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

GP da Bélgica tem só quatro voltas, vitória de Verstappen e pontuação pela metade

Divulgação/RBR Racing Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


29/08/2021 | 14:05


O GP da Bélgica de Fórmula 1 de 2021 entrará para a história como a corrida mais curta de todos os tempos. Apesar de 3h44 de duração, durou apenas quatro voltas atrás do safety car e teve pontuação pela metade. Pole position, Max Verstappen foi decretado o vencedor, com George Russell pela primeira vez em segundo e Lewis Hamilton fechando a composição do pódio.

Por causa da forte chuva que não deu trégua o dia inteiro em Spa-Francorchamps, a direção de prova aguardou por 3 horas para uma decisão. Optou por uma corrida figurativa apenas de quatro voltas para confirmar que houve o GP e para cumprir o regulamento. A segurança dos pilotos se fez valer após forte acidente de Lando Norris no treino de semana.

"Com certeza, foi muito bom ter feito a pole position, mas não gostaria de ter ganhado dessa maneira", lamentou Verstappen. "Mas achei que estava muito perigoso, com visibilidade baixa. É uma vitória, mas o crédito vai para os fãs que enfrentaram chuva, vento e frio." Russell e Hamilton também agradeceram os fãs e pediram desculpas por não ter ocorrido a prova. "Não conseguíamos ver a cinco metros, impossível ter a prova", seguiu Hamilton.

Com a pontuação pela metade, a vantagem de Hamilton na liderança baixou de sete para três pontos. O inglês da Mercedes foi para 202,5 diante de 199,5 do holandês, que pode resgatar o primeiro lugar no Mundial de Pilotos em casa. No próximo domingo ocorre o GP da Holanda.

A chuva que castigou o treino de classificação marcou forte presença neste domingo e fez estragos antes mesmo da largada. Na volta para se posicionar no grid, o mexicano Sérgio Perez perdeu o controle e foi parar na proteção de pneus com seu carro da Red Bull. Queria comemorar a renovação com a equipe e na escapada estava fora da prova.

Por questão de segurança, a direção da prova optou pela largada atrás do safety car. A volta de apresentação atrasou em 25 minutos e assim que iniciou, Hamilton já reclamou pela rádio que "estava escorregando muito". Depois de bater forte no treino, a bronca de Lando Norris era pela falta de visibilidade. O pronunciamento dos pilotos era unânime: não dava para ter a largada. Após duas voltas de aquecimento, a bandeira vermelha suspendeu a prova.

Foram três horas e 17 minutos de espera para "apenas" 60 minutos de disputa. Por causa do longo tempo de pausa, Perez teve a possibilidade de voltar ao grid. Estava em último. Com muita festa nas arquibancadas, o público que não desistiu de ver a corrida festejava ver os carros novamente na pista. Foram, porém, somente quatro voltas para registrar que teve a prova e logo a bandeira vermelha novamente entrou em ação.

A direção ainda cumpriu os protocolos de pódio, com hino holandês para Verstappen e da Áustria para a Red Bull, troféus e festa gigantesca de George Russell com seu "resultado histórico". Os pilotos brindaram com champanhe numa cerimônia constrangedora e esperam correr de verdade na Holanda daqui sete dias.

Veja a classificação do GP da Bélgica:

1º) Max Verstappen (HOL/Red Bull)

2º) George Russell (GBR/Williams)

3º) Lewis Hamilton (GBR/Mercedes)

4º) Daniel Ricciardo (AUS/McLaren)

5º) Sebastian Vettel (ALE/Aston Martin)

6º) Pierre Gasly (FRA/AlphaTauri)

7º) Esteban Ocon (FRA/Alpine)

8º) Charles Leclerc (MON/Ferrari)

9º) Nicholas Latifi (CAN/Williams)

10º) Carlos Sainz (ESP/Ferrari)

11º) Fernando Alonso (ESP/Alpine)

12º) Valtteri Bottas (FIN/Mercedes)

13º) Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo)

14º) Lando Norris (GBR/McLaren)

15°) Yuki Tsunoda (JAP/AlphatTauri)

16°) Mick Schumacher (ALE/Haas)

17º) Nikita Mazepin (RUS/Haas)

18º) Lance Stroll (CAN/Aston Martin)

19º) Kimi Raikkonen (FIN/Alfa Romeo)

20°) Sergio Pérez (MEX/Red Bull)



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;