Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Sete policiais militares são afastados após agredirem
familiares de suspeito abordado na Sacadura Cabral

Divulgação/Polícia Militar Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Imagens divulgadas pela própria corporação mostram violência; inquérito foi instaurado para apurar caso


Matheus Moreira
Especial para o Diário

27/08/2021 | 13:30


Durante a abordagem de um indivíduo na rua Recife, no bairro Sacadura Cabral, em Santo André, na madrugada dessa sexta-feira (27), sete PMs (Policiais Militares) se envolveram em uma pancadaria com a família do suspeito e foram afastados temporariamente dos cargos até que apuração interna seja concluída.

De acordo com a sala de imprensa da corporação, familiares desacataram os agentes e, para conter o tumulto, os policiais usaram arma de choque. No entanto, imagens divulgadas pela própria PM mostram os profissionais agredindo com socos e chutes homens e mulheres.

O caso chegou ao Plantão de Polícia Judiciária Militar e, durante o registro da ocorrência, as imagens foram apresentadas pelos familiares, o que motivou a instauração de inquérito contra a ação dos sete policiais.

Advogado especialista em direitos humanos e segurança pública, presidente do Grupo Tortura Nunca Mais e integrante do Instituto Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, Ariel de Castro Alves encaminhou o caso também à Ouvidoria da Polícia, diretamente ao ouvidor Elizeu Lopes. “Foi aberto um procedimento de apuração. Pelas cenas, os PMs precisam ser investigados por abuso de autoridade, lesões corporais, tortura e invasão de domicílio”, afirmou o especialista.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;