Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Consórcio Intermunicipal se encontra com diretoria da Enel

Claudinei Plaza/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Concessionária de energia elétrica deverá receber ofício sobre as principais demandass


Yara Ferraz

21/08/2021 | 07:08


O Consórcio Intermunicipal do Grande ABC recebeu, ontem, representantes da concessionária de energia elétrica Enel para discutir soluções em relação ao aumento das reclamações dos consumidores das sete cidades sobre o serviço. Durante o encontro, ficou definido que a entidade regional enviará ofício relacionando propostas para resolver os problemas mais frequentes decorrentes da pandemia, e a empresa terá dez dias para enviar a resposta.

Participaram da reunião o secretário executivo do Consórcio, Acácio Miranda; o diretor de programas e projetos da entidade, José Carlos Orosco Roman; o diretor de relações institucionais do Procon-SP, João Bôrro; e representantes do Procon Consórcio ABC e dos procons municipais. Representaram a Enel o diretor de mercado em São Paulo, André Oswaldo dos Santos, e a chefe da ouvidoria da empresa, Carla Santos.

Levantamento dos procons municipais apontou o aumento, desde o ano passado, de cobranças muito acima das usuais (4.112 no total), cortes e negativações com protesto de valores reclamados em cartório, entre outros.

Conforme dados do Sindec (Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor), foram registradas 1.904 reclamações em 2019, número que saltou 58,67% em 2020, totalizando 3.021.

De acordo com reportagem publicada pelo Diário, no início deste mês, o Consórcio Intermunicipal do Grande ABC questionou a Enel São Paulo,em ofício, sobre o aumento de reclamações relacionadas à prestação do serviço.

O secretário executivo do Consórcio ressaltou que o objetivo da entidade é solucionar problemas comuns nas sete cidades. “Nós propusemos este diálogo com a Enel para buscarmos uma solução em conjunto para o que é mais importante, o interesse do consumidor”, afirmou Acácio Miranda.

Em relação ao poder público, na região, Santo André já instalou CPI para solucionar o assunto. Diadema e São Caetano já estão com debate avançado para criar comissões com o mesmo objetivo nas próximas semanas.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;