Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 28 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Motoclube realiza ação de doação de sangue no Grande ABC

André Henriques/Dgabc Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Meta é coletar cerca de 50 litros do recurso, o que ajudaria 400 pacientes


Daniel Tossato

18/06/2021 | 15:38


Integrantes do motoclube Insanos, das sedes do Grande ABC, realizarão espécie de mutirão de doação de sangue para abastecer o estoque da substância na Colsan (Associação Beneficente de Coleta d Sangue) de Santo André ,São Caetano e de São Bernardo. A meta é coletar cerca de 50 litros do recurso, o que ajudaria 400 pacientes.

Os integrantes do motoclube estão organizando concentração na Avenida do Estados, em Santo André, para que o grupo se divida e parta para os postos de coleta nos três municípios. É esperado que cerca de 130 afiliados do coletivo de motos participem da ação.

A ação na região faz parte de uma atividade que tem previsão de ocorrer em outros 16 países, locais onde o motoclube Insanos mantém sedes. Formado em 2016 em Osasco, o grupo mantém, em todo o mundo, aproximadamente 5.000 integrantes. No País, o objetivo é coletar 10 mil litros de sangue.

“Elaboramos essa ação para ajudar a abastecer os postos de sangue da região, mas a atividade vai acontecer no mundo todo. Integrantes do México, Estados Unidos e Argentina também participarão desta ação nestes países”, declarou Flávio Viana de Toledo, 35 anos, um dos integrantes do Insanos. Toledo ainda explicou que a ideia surgiu para contribuir com o dia mundial do doador de sangue, que é realizado dia 14 de junho.

Conforme a gerente administrativa da regional do Grande ABC da Colsan, Solange Rios, a ação é salutar e deve ajudar a abastecer o estoque de sangue na região. A entidade mantém, hoje, reserva de sete a dez dias de sangue, o que é considerado insuficiente. A Colsan atende oito hospitais em Santo André, São Bernardo, São Caetano e Mauá, além de equipamentos no Litoral.

“Esses tipos de ações sempre auxiliam a reabastecer o estoque de sangue. Hoje, teríamos que manter estoque entre 15 e 20 dias da substância para estarmos com estoque positivo. A pandemia também impactou na doação de sangue, se antes tínhamos 7.000 doadores por mês, agora recebemos pouco mais de 6.000.

DOADOR

Qualquer pessoa em boas condições de saúde, com mais de 50 quilos e entre 16 e 69 anos (os menores de 18 anos devem estar acompanhados por um adulto responsável, com mais de 21 anos, e portar um documento que pode ser baixado no site da Colsan, em www.colsan.org.br, assinado e reconhecido em cartório), portar um documento com foto e estar bem alimentado. Homens podem doar a cada dois meses, até no máximo quatro vezes em um ano; mulheres podem doar a cada três meses, até no máximo três vezes em um período de 12 meses.
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;