Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 2 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

São Paulo investe R$ 6,1 bilhões em P&D ao longo da década


Wilson Marini
Da APJ

21/06/2021 | 07:18


A Pesquisa de Investimentos Anunciados no Estado de São Paulo (Piesp) revela que entre 2012 e 2020 foram totalizados R$ 6,1 bilhões em investimentos para centros de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) no estado de São Paulo. A informação é da Fundação Seade. 67,8% dos investimentos foram destinados à ampliação e/ou modernização dos centros já existentes, enquanto os outros 32,2% se referem à implantação de novas unidades. Em 2020, o valor apurado para instalação de centros de pesquisa (R$ 171 milhões) foi o mais alto desde 2016.

Polo regional de tecnologia
Mais da metade dos recursos (R$ 3,3 bilhões) destinaram-se à Região Administrativa de Campinas, a maioria concentrados em Campinas (R$ 2,4 bilhões). O maior investimento anunciado (R$ 1,8 bilhão) refere-se à instalação do novo acelerador de partículas, um dos dois mais modernos do mundo, no Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais. Outros destaques na região foram a instalação de unidades da Procter & Gamble (produtos de higiene e limpeza) e da montadora Honda, além da expansão dos centros de P&D da Hyundai (motores flex), da DuPont (resinas) e da United Phosphorus Limited e Embrapa (novas variedades de grãos).

Na Região Metropolitana de São Paulo
A Região Metropolitana de São Paulo, por sua vez, totalizou R$ 2,2 bilhões, com destaque para a capital paulista (R$ 1,9 bilhão).Na Região Metropolitana de São Paulo, o valor mais elevado (R$ 614 milhões) diz respeito à expansão do centro de P&D do Instituto Butantan, para desenvolvimento da vacina contra a dengue, em parceria com a Merck Sharp & Dohme. Também merece destaque a implantação dos centros de pesquisa da Uber (mobilidade urbana), da Aché (síntese molecular para novos ativos farmacêuticos), da Libbs (medicamentos biossimilares e biológicos) e o da ZTE, voltado para redes de telecomunicações.

Outras regiões
Os investimentos para centros de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) nas demais regiões somaram R$ 539 milhões.

Caminhos do Mar
Desde a quarta-feira (16), o Núcleo Caminhos do Mar, no Parque Estadual Serra do Mar, passou a ser administrado pela Parquetur. A empresa será a responsável pelas ações de fomento ao ecoturismo, incluindo o restauro dos nove monumentos históricos tombados. São 274 hectares de Mata Atlântica.

Curtas na Assembleia
? O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Assembleia Legislativa de São Paulo reelegeu quinta-feira (17) a deputada Maria Lúcia Amary (PSDB) para a presidência do colegiado. Barros Munhoz (PSB) será o vice.
? Os deputados aprovaram projeto de lei que permite instalação de ar condicionado de refrigeração e aquecimento em salas de aula de escolas de ensino público estadual. Vai para sanção ou veto do governador João Dória.

Novidades nas estradas
A Assembleia Legislativa de São Paulo decidiu quarta-feira (16) pela obrigatoriedade de possibilitar o pagamento via cartão de débito ou crédito nas praças de pedágio de todo o Estado. Além disso, a Comissão de Infraestrutura deu aval ao projeto de lei que atribui às concessionárias e prestadoras de serviços públicos o pagamento de serviços médicos e hospitalares de vítimas de acidentes nas áreas de sua responsabilidade.

Vem aí a Loteria Estadual
O projeto de lei do governo paulista que cria a loteria estadual recebeu aval das comissões de Constituição, Justiça e Redação, e Finanças, Orçamento e Planejamento da Assembleia Legislativa em reunião na terça-feira (15). A proposta está pronta para votação em plenário pelos deputados.

Vinho de Jundiaí
Os produtores rurais de Jundiaí que têm como carro-chefe a produção de vinhos e uvas estão otimistas com a venda de seus produtos nesta época do ano, segundo o Jornal de Jundiaí, da Rede APJ (Associação Paulista de Portais e Jornais). A expectativa é um crescimento de 50% na procura pelo produto. As adegas e vinícolas de Jundiaí produzem, anualmente, cerca de 400 mil litros de vinho. São pelo menos 20 adegas fazendo parte do turismo rural regional. As adegas e vinícolas são um dos principais fatores que atraem os turistas para a Terra da Uva e já se tornaram uma identidade de Jundiaí.

Frase
"A produção de vinhos, a produção de frutas e a possibilidade da compra direto do produtor, bem como nossa gastronomia tradicional e a própria cultura local contribuem para fortalecer ainda mais essa identidade e, consequentemente, motivar cada vez mais turistas a conhecerem Jundiaí", afirma Marcela Moro, diretora do Departamento de Fomento ao Turismo do município.

Italianos em São Paulo
Entre 15 e 20 milhões de pessoas que vivem no Estado de São Paulo são italianos ou descendentes. Em 2019, foram emitidos pelo consulado paulista 26 mil passaportes e 6 mil reconhecimentos de cidadania italiana. Das 972 empresas de capital italiano em atuação no Brasil, 57% estão em território paulista. As informações são do cônsul-geral da Itália no Estado, Filippo La Rosa.

Breves
? A Lupo abriu 205 vagas de emprego em sua fábrica de Araraquara.
? O Oba Hortifruti inaugurou loja em São Bernardo, a segunda no Grande ABC.
? A prefeitura de Olímpia anunciou a construção de um aeroporto internacional na cidade. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;