Fechar
Publicidade

Sábado, 8 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Ken Follett mira agora o presente



16/04/2021 | 08:05


Ken Follett começou sua carreira escrevendo thrillers e depois passou para o romance histórico, gênero que o consagrou e o transformou em um dos maiores escritores best-sellers do mundo, com 175 milhões de cópias vendidas. Ele prefere chamar seu novo livro, Never, de romance - mas não deixa de ser um thriller sobre terrorismo.

Com lançamento internacional marcado para 9 de novembro, Never tem quase mil páginas na edição original e se passa no tempo presente, entre a Casa Branca, o norte da África e a China. São quatro personagens principais e um objetivo: combater o terrorismo.

O enredo, basicamente, é: uma crise global ameaça levar o mundo à Terceira Guerra Mundial. A ideia do livro surgiu da discussão sobre como pequenos incidentes podem se transformar em grandes guerras. Foi durante as pesquisas para o livro A Queda dos Gigantes que ele compreendeu que ninguém queria que a Primeira Guerra ocorresse, mas que uma série de decisões lógicas e moderadas culminou no conflito mortal.

O título escolhido vem da constatação de que uma nova guerra poderia, de fato, acontecer, e da resposta que ele gostaria de dar à pergunta quando?: nunca. Ainda sem título no Brasil, Never será publicado pela Arqueiro, mas a data não foi confirmada.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ken Follett mira agora o presente


16/04/2021 | 08:05


Ken Follett começou sua carreira escrevendo thrillers e depois passou para o romance histórico, gênero que o consagrou e o transformou em um dos maiores escritores best-sellers do mundo, com 175 milhões de cópias vendidas. Ele prefere chamar seu novo livro, Never, de romance - mas não deixa de ser um thriller sobre terrorismo.

Com lançamento internacional marcado para 9 de novembro, Never tem quase mil páginas na edição original e se passa no tempo presente, entre a Casa Branca, o norte da África e a China. São quatro personagens principais e um objetivo: combater o terrorismo.

O enredo, basicamente, é: uma crise global ameaça levar o mundo à Terceira Guerra Mundial. A ideia do livro surgiu da discussão sobre como pequenos incidentes podem se transformar em grandes guerras. Foi durante as pesquisas para o livro A Queda dos Gigantes que ele compreendeu que ninguém queria que a Primeira Guerra ocorresse, mas que uma série de decisões lógicas e moderadas culminou no conflito mortal.

O título escolhido vem da constatação de que uma nova guerra poderia, de fato, acontecer, e da resposta que ele gostaria de dar à pergunta quando?: nunca. Ainda sem título no Brasil, Never será publicado pela Arqueiro, mas a data não foi confirmada.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;