Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 2 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Histórico ajuda na ponte com Estado, afirma Acácio

Claudinei Plaza/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Secretário executivo do Consórcio garante que atuação em S.Paulo é trunfo pró-Grande ABC


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

19/01/2021 | 00:01


Secretário executivo do Consórcio Intermunicipal, Acácio Miranda afirmou que o fato de ter passado boa parte da carreira pública em São Paulo, trabalhando ao lado de figuras que compõem o governo do Estado atualmente, é um trunfo que ele já utiliza para estreitar as relações do Grande ABC com o Palácio dos Bandeirantes.

Acácio disse reconhecer que a chegada do Metrô para a região é algo urgente e que está em sua pauta de atuação – ele foi indicado no começo do ano pelo prefeito de Santo André e presidente do colegiado regional, Paulo Serra (PSDB).

“Uma das minhas missões é a construção dessa ponte (com o Estado). Uma das coisas que me trouxeram para cá é a interlocução com o governo do Estado. A construção de políticas públicas ou replicar políticas públicas aplicadas com êxito no governo do Estado e na cidade de São Paulo. E os diálogos já começaram”, considerou o secretário. “São construções que começam por causa do diálogo, do intercâmbio.”

Quando foi reeleito, Paulo Serra avisou que uma das pautas prioritárias do segundo mandato seria cobrar o governo do Estado para a chegada do Metrô ao Grande ABC. Questionou publicamente o governo de João Doria (PSDB) para que projetos saíssem do discurso.

“Existe essa expectativa, é inegável que exista e o Grande ABC merece ter (o Metrô). A partir disso, diálogo. Tenho um grande amigo, que é o Pedro (Tegon Moro), presidente da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos). Quando fui subprefeito de Pinheiros, conseguimos desenhar projetos em conjunto. Essa discussão do Metrô não é CPTM propriamente dita, mas é uma ponte interessante. É uma das obrigações do Consórcio manter a lenha acesa para que a expectativa continue nos trilhos”, comentou Acácio.

Em 2014, o hoje ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) assinou contrato para tirar do papel a Linha 18-Bronze, via monotrilho, que ligaria o Centro de São Bernardo à Estação Tamanduateí, da Linha 2-Verde do Metrô. E o projeto empacou na fase de desapropriações. O contrato com o Consórcio Vem ABC, de R$ 4,26 bilhões, foi cancelado por Doria com a promessa de executar o traçado por BRT (sigla em inglês para ônibus de alta velocidade). Essa proposta também não andou.

Sobre o governo federal, liderado por Jair Bolsonaro (sem partido), Acácio avaliou que, em que pese tenha bom relacionamento com a União, “formalidades” precisam ser transpostas. “Acho que terá dificuldade maior porque precisamos ter projetos concretos. As formalidades lá são mais complexas e entramos em disputa com quase 6.000 municípios.” 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Histórico ajuda na ponte com Estado, afirma Acácio

Secretário executivo do Consórcio garante que atuação em S.Paulo é trunfo pró-Grande ABC

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

19/01/2021 | 00:01


Secretário executivo do Consórcio Intermunicipal, Acácio Miranda afirmou que o fato de ter passado boa parte da carreira pública em São Paulo, trabalhando ao lado de figuras que compõem o governo do Estado atualmente, é um trunfo que ele já utiliza para estreitar as relações do Grande ABC com o Palácio dos Bandeirantes.

Acácio disse reconhecer que a chegada do Metrô para a região é algo urgente e que está em sua pauta de atuação – ele foi indicado no começo do ano pelo prefeito de Santo André e presidente do colegiado regional, Paulo Serra (PSDB).

“Uma das minhas missões é a construção dessa ponte (com o Estado). Uma das coisas que me trouxeram para cá é a interlocução com o governo do Estado. A construção de políticas públicas ou replicar políticas públicas aplicadas com êxito no governo do Estado e na cidade de São Paulo. E os diálogos já começaram”, considerou o secretário. “São construções que começam por causa do diálogo, do intercâmbio.”

Quando foi reeleito, Paulo Serra avisou que uma das pautas prioritárias do segundo mandato seria cobrar o governo do Estado para a chegada do Metrô ao Grande ABC. Questionou publicamente o governo de João Doria (PSDB) para que projetos saíssem do discurso.

“Existe essa expectativa, é inegável que exista e o Grande ABC merece ter (o Metrô). A partir disso, diálogo. Tenho um grande amigo, que é o Pedro (Tegon Moro), presidente da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos). Quando fui subprefeito de Pinheiros, conseguimos desenhar projetos em conjunto. Essa discussão do Metrô não é CPTM propriamente dita, mas é uma ponte interessante. É uma das obrigações do Consórcio manter a lenha acesa para que a expectativa continue nos trilhos”, comentou Acácio.

Em 2014, o hoje ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) assinou contrato para tirar do papel a Linha 18-Bronze, via monotrilho, que ligaria o Centro de São Bernardo à Estação Tamanduateí, da Linha 2-Verde do Metrô. E o projeto empacou na fase de desapropriações. O contrato com o Consórcio Vem ABC, de R$ 4,26 bilhões, foi cancelado por Doria com a promessa de executar o traçado por BRT (sigla em inglês para ônibus de alta velocidade). Essa proposta também não andou.

Sobre o governo federal, liderado por Jair Bolsonaro (sem partido), Acácio avaliou que, em que pese tenha bom relacionamento com a União, “formalidades” precisam ser transpostas. “Acho que terá dificuldade maior porque precisamos ter projetos concretos. As formalidades lá são mais complexas e entramos em disputa com quase 6.000 municípios.” 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;