Fechar
Publicidade

Domingo, 11 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Tecnologia

tecnologia@dgabc.com.br | 4435-8301

Testamos: por R$ 2.200, robô Jets J1 agrada por varrer, aspirar e passar pano

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Sérgio Vinícius
Do 33Giga

24/12/2020 | 15:18


A tecnologia aplicada à limpeza ainda não chegou ao ponto de substituir uma pessoa munida de vassoura (esfregão ou rodo) e um balde com produtos diversos (água, desinfetante e águia sanitária – muita água sanitária). Entretanto, os robôs aspiradores – que têm ganhado cada vez mais espaço nas casa brasileiras – fazem um bom trabalho caso deseje-se manter ambientes organizados e limpos no dia a dia.

Dito isso, o mercado apresenta robôs aspiradores de diferentes preços e capacidades. Desde aqueles simples, que basta ligar e saem por aí varrendo até aqueles muito robustos, controlados por apps, com agendamento de tarefas. Os valores acompanham a diversidade dos modelos – a partir de pouco mais de R$ 400 até os exorbitantes R$ 7 mil e uns quebrados.

Dentro deste panorama, o 33Giga avaliou, por 30 dias, o robô Jets J1. Intermediário pelo preço (a partir de R$ 2.200), ele agrada pela facilidade de uso frente à ampla gama de recursos. A começar, o robozinho varre, aspira e passa pano. Esta última função é um diferencial que vale a pena observar ao investir em um eletrônico de limpeza.

Leia mais:
Playlists para limpeza, jardinagem e mais: Spotify revela tendências durante quarentena
Os melhores eletrônicos avaliados pelo 33Giga em 2020

O Jets J1 vem com um controle remoto muito fácil de usar (poucas teclas, como liga e desliga, modos de limpeza e velocidade) e uma série de complementos. Entre eles, diferentes filtros, panos para limpeza molhada, escovas. Ele tem também um simpático carregador, que pode ficar ligado em um canto da casa – e é para onde o robozinho retorna quando está com a bateria terminando.

Em funcionamento, o J1 faz um bom trabalho (sempre lembrando que não substitui limpeza pesada com cândida; mas a verdade é que nada substitui uma boa cândida na história da humanidade). Ele tem sensores que evitam cair de escadas e bater em tudo pelo caminho (mas é comum esbarrar em coisas que estejam ao lado dele).

O modelo também é vendido com uma parede virtual. Trata-se de uma traquitana que, quando ligada, impede que o robozinho avance por determinada área. Ela funciona a pilhas que não são vendidas com o J1.

JETS J1

Alimentação: 110/220V (bivolt)
Frequência: 50/60Hz
Bateria (em mAh): 2600
Potência (em W): 31
Sucção (em Pa): 1000
Volume lixeira (em ml): 450
Reservatório de água (em ml): 300
Dimensões (em L x A x P, em cm): 31 x 7,6 x 31
Peso (em g): 5.250
Preço inicial: R$ 2.200
Pontos positivos: conta com limpeza com água, autonomia de bateria, fácil de usar
Pontos negativos: suja fácil, requer manutenção semanal, demora a completar limpeza
Site oficial: aqui

Entre os pontos negativos, o principal deles é a pouca autonomia de bateria quando ele está funcionando em modo turbo (cerca de uma hora). Por outro lado, no modo normal acionado, ela funciona até 3 horas sem problemas – mas o processo de limpeza é sensivelmente mais lento.

Além disso, o modelo avaliado é na cor black piano. Com isso, ele deixa muitas marcas (como dedo) sobre o J1. Se fosse algo mais opaco, ele não traria a sensação de sujeira ao mesmo tempo que limpa os ambientes. É também necessário fazer, semanalmente, a manutenção do robô, limpando escovas, filtros, etc. Assim sendo, mesmo que você se livre parcialmente da limpeza da casa, vai perder certo tempo limpando-o.

Em resumo, o Jets J1 vale a compra para quem deseja dar um tapa de leve na casa no dia a dia, principalmente para a poeira acumulada em tempos de home office – e, estranhamente, o aumento de construções, obras e reformas por todo lado nas grandes cidades. Para quem acha que irá se livrar de limpezas mais pesadas, ele não é um bom sucedâneo.

Mesmo porque nada bate um bom esfregão e vários “produtos” embebidos nele. Em especial, claro, cândida.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

No álbum, veja mais detalhes do Jets J1. (As imagens são de Divulgação/Jets.)

Interessou? Compre aqui: Robô Aspirador de Pó JETS J1



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Testamos: por R$ 2.200, robô Jets J1 agrada por varrer, aspirar e passar pano

Sérgio Vinícius
Do 33Giga

24/12/2020 | 15:18


A tecnologia aplicada à limpeza ainda não chegou ao ponto de substituir uma pessoa munida de vassoura (esfregão ou rodo) e um balde com produtos diversos (água, desinfetante e águia sanitária – muita água sanitária). Entretanto, os robôs aspiradores – que têm ganhado cada vez mais espaço nas casa brasileiras – fazem um bom trabalho caso deseje-se manter ambientes organizados e limpos no dia a dia.

Dito isso, o mercado apresenta robôs aspiradores de diferentes preços e capacidades. Desde aqueles simples, que basta ligar e saem por aí varrendo até aqueles muito robustos, controlados por apps, com agendamento de tarefas. Os valores acompanham a diversidade dos modelos – a partir de pouco mais de R$ 400 até os exorbitantes R$ 7 mil e uns quebrados.

Dentro deste panorama, o 33Giga avaliou, por 30 dias, o robô Jets J1. Intermediário pelo preço (a partir de R$ 2.200), ele agrada pela facilidade de uso frente à ampla gama de recursos. A começar, o robozinho varre, aspira e passa pano. Esta última função é um diferencial que vale a pena observar ao investir em um eletrônico de limpeza.

Leia mais:
Playlists para limpeza, jardinagem e mais: Spotify revela tendências durante quarentena
Os melhores eletrônicos avaliados pelo 33Giga em 2020

O Jets J1 vem com um controle remoto muito fácil de usar (poucas teclas, como liga e desliga, modos de limpeza e velocidade) e uma série de complementos. Entre eles, diferentes filtros, panos para limpeza molhada, escovas. Ele tem também um simpático carregador, que pode ficar ligado em um canto da casa – e é para onde o robozinho retorna quando está com a bateria terminando.

Em funcionamento, o J1 faz um bom trabalho (sempre lembrando que não substitui limpeza pesada com cândida; mas a verdade é que nada substitui uma boa cândida na história da humanidade). Ele tem sensores que evitam cair de escadas e bater em tudo pelo caminho (mas é comum esbarrar em coisas que estejam ao lado dele).

O modelo também é vendido com uma parede virtual. Trata-se de uma traquitana que, quando ligada, impede que o robozinho avance por determinada área. Ela funciona a pilhas que não são vendidas com o J1.

JETS J1

Alimentação: 110/220V (bivolt)
Frequência: 50/60Hz
Bateria (em mAh): 2600
Potência (em W): 31
Sucção (em Pa): 1000
Volume lixeira (em ml): 450
Reservatório de água (em ml): 300
Dimensões (em L x A x P, em cm): 31 x 7,6 x 31
Peso (em g): 5.250
Preço inicial: R$ 2.200
Pontos positivos: conta com limpeza com água, autonomia de bateria, fácil de usar
Pontos negativos: suja fácil, requer manutenção semanal, demora a completar limpeza
Site oficial: aqui

Entre os pontos negativos, o principal deles é a pouca autonomia de bateria quando ele está funcionando em modo turbo (cerca de uma hora). Por outro lado, no modo normal acionado, ela funciona até 3 horas sem problemas – mas o processo de limpeza é sensivelmente mais lento.

Além disso, o modelo avaliado é na cor black piano. Com isso, ele deixa muitas marcas (como dedo) sobre o J1. Se fosse algo mais opaco, ele não traria a sensação de sujeira ao mesmo tempo que limpa os ambientes. É também necessário fazer, semanalmente, a manutenção do robô, limpando escovas, filtros, etc. Assim sendo, mesmo que você se livre parcialmente da limpeza da casa, vai perder certo tempo limpando-o.

Em resumo, o Jets J1 vale a compra para quem deseja dar um tapa de leve na casa no dia a dia, principalmente para a poeira acumulada em tempos de home office – e, estranhamente, o aumento de construções, obras e reformas por todo lado nas grandes cidades. Para quem acha que irá se livrar de limpezas mais pesadas, ele não é um bom sucedâneo.

Mesmo porque nada bate um bom esfregão e vários “produtos” embebidos nele. Em especial, claro, cândida.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

No álbum, veja mais detalhes do Jets J1. (As imagens são de Divulgação/Jets.)

Interessou? Compre aqui: Robô Aspirador de Pó JETS J1

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;