Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 21 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Um ano após a morte de Gugu Liberato, filho do apresentador se emociona ao visitar casa onde a família morava: - Chegar e não ver ele dói



23/11/2020 | 13:10


O programa Câmera Record mostrou como está a mansão de Gugu Liberato, onde o apresentador morava em São Paulo. A família liberou a TV Record que teve acesso a todos os cômodos do local - essa é a primeira vez que alguém entra lá, em um ano. Em determinado momento, por exemplo, vemos com detalhes o escritório, cômodo preferido de Gugu. Por lá, tudo está intacto, até mesmo os objetos que ele deixava em cima da mesa.

João Augusto, filho de 19 anos de idade de Gugu, acompanhou a gravação do programa. Essa também foi a primeira vez que o garoto entrou na casa um ano após a morte de seu pai. Em entrevista, ele contou como estava se sentindo naquele momento:

- Esse é um lugar que eu sempre esperei ver ele ali. E chegar e não ver ele dói. Quando eu entro no escritório, eu tento não pensar na dor. Eu tento pensar mais na época que eu sentava no sofá com ele e a gente assistia filme, várias coisas. A gente fazia sanduíche, comia junto, ele me ajudava na lição, disse João, com lágrimas nos olhos.

Em seguida, ele acrescenta:

- Eu tento pensar as memórias boas ao invés da dor. Ele sempre escolhia os melhores filmes, eu nem sei como! Então sempre que eu vi ele eu perguntava: pai, qual o filme que a gente vai ver hoje?

Triste, né?



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Um ano após a morte de Gugu Liberato, filho do apresentador se emociona ao visitar casa onde a família morava: - Chegar e não ver ele dói


23/11/2020 | 13:10


O programa Câmera Record mostrou como está a mansão de Gugu Liberato, onde o apresentador morava em São Paulo. A família liberou a TV Record que teve acesso a todos os cômodos do local - essa é a primeira vez que alguém entra lá, em um ano. Em determinado momento, por exemplo, vemos com detalhes o escritório, cômodo preferido de Gugu. Por lá, tudo está intacto, até mesmo os objetos que ele deixava em cima da mesa.

João Augusto, filho de 19 anos de idade de Gugu, acompanhou a gravação do programa. Essa também foi a primeira vez que o garoto entrou na casa um ano após a morte de seu pai. Em entrevista, ele contou como estava se sentindo naquele momento:

- Esse é um lugar que eu sempre esperei ver ele ali. E chegar e não ver ele dói. Quando eu entro no escritório, eu tento não pensar na dor. Eu tento pensar mais na época que eu sentava no sofá com ele e a gente assistia filme, várias coisas. A gente fazia sanduíche, comia junto, ele me ajudava na lição, disse João, com lágrimas nos olhos.

Em seguida, ele acrescenta:

- Eu tento pensar as memórias boas ao invés da dor. Ele sempre escolhia os melhores filmes, eu nem sei como! Então sempre que eu vi ele eu perguntava: pai, qual o filme que a gente vai ver hoje?

Triste, né?

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;