Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 27 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Quando surgiram os sinais de trânsito?

Semáforos, placas e outras sinalizações servem para dar segurança a pedestres e motoristas


Vinícius Castelli
Do Diário do Grande ABC

25/10/2020 | 07:00


Eles servem para colocar ordem nas ruas. Avisam quando se deve parar, o momento de diminuir a velocidade e também quando pode avançar. São os semáforos de trânsito, que fazem com que o vaivém das pessoas nos carros e também pedestres aconteça com segurança.

O primeiro semáforo de que se tem notícia foi instalado em 1868, em Londres, na Inglaterra, com luzes a gás para ser visto à noite. A sinalização de trânsito é decorrência do adensamento populacional e tem a função de informar as pessoas e orientar o fluxo de veículos.

Além dos semáforos, há as placas de trânsito, que são as sinalizações verticais. Elas podem ser divididas em sete categorias: regulamentação, sinalização de obras, advertência, indicação, educativas, atrativo turístico e serviços auxiliares.

As sinalizações horizontais são as faixas de pedestres e todos os símbolos e legendas demarcados nas ruas.

A faixa de pedestres é muito importante. Sempre que possível, devemos usá-la para atravessar as ruas, já que é o local mais seguro para realizar essa ação.

Nos casos em que não houver a faixa de pedestres, o ideal é procurar locais onde se possa ter visão clara dos veículos (ver e ser visto), longe de curvas e fazer a travessia sempre em linha reta e sem correr.

Em Santo André, na Sabina Escola Parque do Conhecimento (Rua Juquiá), há o Espaço Vivencial de Mobilidade, que é uma minicidade do trânsito e é gerido pela Secretaria de Mobilidade Urbana. A ideia, com o projeto é colaborar para formação de pedestres, ciclistas, passageiros e motoristas mais conscientes e responsáveis. O local está temporariamente fechado por conta da pandemia da Covid-19.

CURIOSIDADE
O primeiro semáforo do mundo, do tipo verde-amarelo-vermelho como os que conhecemos, foi instalado no cruzamento da Avenida Woodward com a Rua Fort, em Detroit, nos Estados Unidos, em 1920.

Consultoria de Ricardo Finato de Oliveira, gerente de educação de trânsito do departamento de engenharia de tráfego da Secretaria de Mobilidade Urbana de Santo André.

Mande pergunta para Rua Catequese, 562, Bairro Jardim, Santo André, cep: 09090-400 ou pelo e-mail luisfelipe@dgabc.com.br.
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Quando surgiram os sinais de trânsito?

Semáforos, placas e outras sinalizações servem para dar segurança a pedestres e motoristas

Vinícius Castelli
Do Diário do Grande ABC

25/10/2020 | 07:00


Eles servem para colocar ordem nas ruas. Avisam quando se deve parar, o momento de diminuir a velocidade e também quando pode avançar. São os semáforos de trânsito, que fazem com que o vaivém das pessoas nos carros e também pedestres aconteça com segurança.

O primeiro semáforo de que se tem notícia foi instalado em 1868, em Londres, na Inglaterra, com luzes a gás para ser visto à noite. A sinalização de trânsito é decorrência do adensamento populacional e tem a função de informar as pessoas e orientar o fluxo de veículos.

Além dos semáforos, há as placas de trânsito, que são as sinalizações verticais. Elas podem ser divididas em sete categorias: regulamentação, sinalização de obras, advertência, indicação, educativas, atrativo turístico e serviços auxiliares.

As sinalizações horizontais são as faixas de pedestres e todos os símbolos e legendas demarcados nas ruas.

A faixa de pedestres é muito importante. Sempre que possível, devemos usá-la para atravessar as ruas, já que é o local mais seguro para realizar essa ação.

Nos casos em que não houver a faixa de pedestres, o ideal é procurar locais onde se possa ter visão clara dos veículos (ver e ser visto), longe de curvas e fazer a travessia sempre em linha reta e sem correr.

Em Santo André, na Sabina Escola Parque do Conhecimento (Rua Juquiá), há o Espaço Vivencial de Mobilidade, que é uma minicidade do trânsito e é gerido pela Secretaria de Mobilidade Urbana. A ideia, com o projeto é colaborar para formação de pedestres, ciclistas, passageiros e motoristas mais conscientes e responsáveis. O local está temporariamente fechado por conta da pandemia da Covid-19.

CURIOSIDADE
O primeiro semáforo do mundo, do tipo verde-amarelo-vermelho como os que conhecemos, foi instalado no cruzamento da Avenida Woodward com a Rua Fort, em Detroit, nos Estados Unidos, em 1920.

Consultoria de Ricardo Finato de Oliveira, gerente de educação de trânsito do departamento de engenharia de tráfego da Secretaria de Mobilidade Urbana de Santo André.

Mande pergunta para Rua Catequese, 562, Bairro Jardim, Santo André, cep: 09090-400 ou pelo e-mail luisfelipe@dgabc.com.br.
 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;