Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 10 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Parque Oriental é inaugurado virtualmente em Ribeirão Pires

André Henriques/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Espaço permanece fechado por causa da pandemia da Covid


Vinícius Castelli
Do Diário do Grande ABC

26/06/2020 | 08:33


Clima de paz e espaço para renovar as energias. É às margens da Represa Billings e ilustrado pelos tons de verde da Mata Atlântica que fica o Parque Oriental, inaugurado ontem pela Prefeitura de Ribeirão Pires, em evento realizado virtualmente, por causa da pandemia da Covid-19.

A ação contou com a presença do prefeito Adler Kiko Teixeira (PSDB), da primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Flávia Dotto, do secretário de Turismo do Estado de São Paulo, Vinicius Lummertz, e da deputada estadual Carla Morando (PSDB).

O novo espaço, que soma 60 mil metros quadrados, foi construído onde funcionava o Parque Municipal Milton Marinho de Moraes e teve investimentos de cerca de R$ 4,2 milhões do governo do Estado. O município destinou também cerca de R$ 500 mil para completar o projeto.

Entre as atrações do espaços estão o jardim zen, jardim japonês, a casa do origami e bosques das cerejeiras e ipês-amarelos, por exemplo. O parque presta homenagem a Sadako Sasaki, menina que aos 2 anos sofreu o impacto do ataque da bomba de Hiroshima,em 1945, no Japão, durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945). Há ainda um píer flutuante para embarque do público ao Templo Luz do Oriente (espaço particular).

“Entendemos que poderíamos fazer um parque com características orientais, reunindo cultura, arte e fazer com que as pessoas de Ribeirão Pires se apropriem deste espaço como um local turístico, como uma marca da cidade e do Grande ABC”, explicou o prefeito.

A Prefeitura espera que o turismo aumente no município com o novo parque, inclusive com visitantes de fora da região. “A hora que passar a quarentena, que as pessoas puderem sair de casa, elas vão procurar justamente isso, um ambiente de paz, de coisas positivas para sua vida e até desenvolver mais esses laços de amizade e fraternidade”, ressalta Kiko.

Para Lummertz, o parque “é exemplo de como a aplicação de recursos com responsabilidade, com coerência e criatividade, pode fazer muito pelo desenvolvimento econômico de uma comunidade. Toda a economia ganha com o turismo”, afirmou.

Após o período de combate ao coronavírus, com a reabertura de atrativos turísticos e culturais, o espaço estará aberto de terça-feira a domingo, das 6h às 18h. A visitação será gratuita.
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Parque Oriental é inaugurado virtualmente em Ribeirão Pires

Espaço permanece fechado por causa da pandemia da Covid

Vinícius Castelli
Do Diário do Grande ABC

26/06/2020 | 08:33


Clima de paz e espaço para renovar as energias. É às margens da Represa Billings e ilustrado pelos tons de verde da Mata Atlântica que fica o Parque Oriental, inaugurado ontem pela Prefeitura de Ribeirão Pires, em evento realizado virtualmente, por causa da pandemia da Covid-19.

A ação contou com a presença do prefeito Adler Kiko Teixeira (PSDB), da primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Flávia Dotto, do secretário de Turismo do Estado de São Paulo, Vinicius Lummertz, e da deputada estadual Carla Morando (PSDB).

O novo espaço, que soma 60 mil metros quadrados, foi construído onde funcionava o Parque Municipal Milton Marinho de Moraes e teve investimentos de cerca de R$ 4,2 milhões do governo do Estado. O município destinou também cerca de R$ 500 mil para completar o projeto.

Entre as atrações do espaços estão o jardim zen, jardim japonês, a casa do origami e bosques das cerejeiras e ipês-amarelos, por exemplo. O parque presta homenagem a Sadako Sasaki, menina que aos 2 anos sofreu o impacto do ataque da bomba de Hiroshima,em 1945, no Japão, durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945). Há ainda um píer flutuante para embarque do público ao Templo Luz do Oriente (espaço particular).

“Entendemos que poderíamos fazer um parque com características orientais, reunindo cultura, arte e fazer com que as pessoas de Ribeirão Pires se apropriem deste espaço como um local turístico, como uma marca da cidade e do Grande ABC”, explicou o prefeito.

A Prefeitura espera que o turismo aumente no município com o novo parque, inclusive com visitantes de fora da região. “A hora que passar a quarentena, que as pessoas puderem sair de casa, elas vão procurar justamente isso, um ambiente de paz, de coisas positivas para sua vida e até desenvolver mais esses laços de amizade e fraternidade”, ressalta Kiko.

Para Lummertz, o parque “é exemplo de como a aplicação de recursos com responsabilidade, com coerência e criatividade, pode fazer muito pelo desenvolvimento econômico de uma comunidade. Toda a economia ganha com o turismo”, afirmou.

Após o período de combate ao coronavírus, com a reabertura de atrativos turísticos e culturais, o espaço estará aberto de terça-feira a domingo, das 6h às 18h. A visitação será gratuita.
 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;