Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Bangue-bangue e piratas. E com muito humor.



25/05/2020 | 07:05


Na Tela Quente da Globo, às 22h37, o afetado John Sparrow/Johnny Depp da série Piratas do Caribe enfrenta seu maior pesadelo quando Javier Bardem ressurge do inferno em A Vingança de Salazar. O duelo dos atores, os efeitos, tudo contribui para o megassucesso do quinto filme da franquia. O sexto está em gestação.

EL DORADO, PARA QUEM AMA CINEMA DE GÊNERO

Nesta segunda, 25, e fugindo do noticiário da noite, o público poderá antecipar Piratas do Caribe - A Vingança de Salazar, de 2017, com outro filme que vale a pena (re)ver na sequência de westerns que o Telecine Cult costuma mostrar todo início de semana. El Dorado é de 1967. Passa às 19h40.

John Ford e Raoul Walsh já haviam iniciado a década de 1960 com filmes como O Homem Que Matou o Facínora e Um Clarim ao Longe, sobre a degradação dos mitos do Velho Oeste. Howard Hawks deu sua contribuição, repetindo a fórmula básica de Onde Começa o Inferno, de 1959. Um xerife tem de defender sua delegacia.

Robert Mitchum está velho e bêbado. Chega John Wayne, também velho, mas sóbrio. Precisam de ajuda - um jovem pistoleiro que não sabe atirar, James Caan. E as mulheres, que, como sempre em Hawks, aumentam os perigos dos homens.

Para quem ama o cinema de gênero, é uma alegria só. Bangue-bangue, piratas. E com muito humor.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Bangue-bangue e piratas. E com muito humor.


25/05/2020 | 07:05


Na Tela Quente da Globo, às 22h37, o afetado John Sparrow/Johnny Depp da série Piratas do Caribe enfrenta seu maior pesadelo quando Javier Bardem ressurge do inferno em A Vingança de Salazar. O duelo dos atores, os efeitos, tudo contribui para o megassucesso do quinto filme da franquia. O sexto está em gestação.

EL DORADO, PARA QUEM AMA CINEMA DE GÊNERO

Nesta segunda, 25, e fugindo do noticiário da noite, o público poderá antecipar Piratas do Caribe - A Vingança de Salazar, de 2017, com outro filme que vale a pena (re)ver na sequência de westerns que o Telecine Cult costuma mostrar todo início de semana. El Dorado é de 1967. Passa às 19h40.

John Ford e Raoul Walsh já haviam iniciado a década de 1960 com filmes como O Homem Que Matou o Facínora e Um Clarim ao Longe, sobre a degradação dos mitos do Velho Oeste. Howard Hawks deu sua contribuição, repetindo a fórmula básica de Onde Começa o Inferno, de 1959. Um xerife tem de defender sua delegacia.

Robert Mitchum está velho e bêbado. Chega John Wayne, também velho, mas sóbrio. Precisam de ajuda - um jovem pistoleiro que não sabe atirar, James Caan. E as mulheres, que, como sempre em Hawks, aumentam os perigos dos homens.

Para quem ama o cinema de gênero, é uma alegria só. Bangue-bangue, piratas. E com muito humor.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;