Fechar
Publicidade

Domingo, 31 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Uma crônica de João Gava aos 107 anos


Ademir Medici

26/04/2020 | 00:01


“Fiz a escalada da montanha da vida removendo pedras e plantando flores.”
Cora Coralina
“Se eu passar por esta, vou chegar aos 110 anos de vida.”
João Gava, em entrevista ao jornalista Dérek Bittencourt (Diário, 20 de abril de 2020).

João Gava nasceu no então bairro dos Meninos (atual Rudge Ramos) no dia 26 de abril de 1913. Atualmente, reside em Santos, mas vem para São Bernardo todos os meses para visitar a família, visitar o jazigo dos Gava no Cemitério de Vila Euclides, rever os amigos e participar das reuniões com os memorialistas.
Nestas ocasiões, deixa manuscritos com lembranças. João Gava também é memorialista, e no texto de hoje ele começa com uma pergunta: “Você sabe como era a Vila de São Bernardo?”

Era assim...

Texto: João Gava
São Bernardo tinha muitas indústrias de móveis e tecelagens. De cabeça, lembro umas 30 fábricas de móveis. Tecelagens eram menos: a de seda de Adelelmo Setti, outra de Pery Rochetti, a Matarazzo.
Vieram logo depois a fábrica de cobertores do Tognato, a Companhia Cinematográfica Vera Cruz.
Mais antigas eram: Curtume Cardamone, fábrica de botões de Pietro Villa, moinho de fubá dos Fabrini em Piraporinha.
A loja Casa Verde, de Antonio Rocco, trazia novidades como o fogão da marca Dako e as máquina de lavar louça.
Duas antigas padarias: a Royal (em frente à Matriz) e a Brasil, da família Bassoli.
Entre os bares, o Café Expresso. Os Bechara tinham uma loja de fazendas. Antonio Margonari, um grande alfaiate. Luiz Nelo Rossi, dentista. Italo Lazzuri mantinha um bom armazém de secos e molhados.
João Pinto e Luiz Monteiro eram dois dos motoristas de praça. Mister, o mecânico. Helio Bonini, o sapateiro – o barbudo meia-sola.
No bairro dos Meninos, a olaria dos Pierim.
Eu mesmo, João Gava, cheguei a ter uma loja, negociando com eletrodomésticos: vendia aparelhos de rádio, fogões movidos a carvão, geladeiras a gelo, máquinas Singer a manivela, ferro de passar roupa. Ficava na Rua Marechal Deodoro, 182. Quase tudo ficava na Rua Marechal.


Diário há meio século

Domingo, 26 de abril de 1970; ano 12; edição 1219

Manchete – Sequestrado um avião da Vasp na rota de Manaus
São Bernardo – Vereador José Ramos de Brito propõe a instalação de três órgãos de assistência aos menores: vara privativa, delegacia especializada e uma casa de triagem.


Em 26 de abril...

1915 – João Batista de Lima, primeiro suplente, assume o exercício do cargo de subdelegado de polícia em São Caetano, por ter se ausentado do distrito o titular.
1945 – A Prefeitura de Santo André desapropria área na Vila América destinada à construção de uma praça de esportes.
Nota – Na área seriam construídos o ginásio Pedro Dell’Antonia e o Estádio Bruno José Daniel.

Hoje

Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial

Dia do Goleiro
Dia da celebração da primeira missa no Brasil (1500)

Santos do dia

Senhora do Bom Conselho. Invocada desde a Idade Média. Seu afresco milagroso era venerado num santuário na Albânia.

Pascácio



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Uma crônica de João Gava aos 107 anos

Ademir Medici

26/04/2020 | 00:01


“Fiz a escalada da montanha da vida removendo pedras e plantando flores.”
Cora Coralina
“Se eu passar por esta, vou chegar aos 110 anos de vida.”
João Gava, em entrevista ao jornalista Dérek Bittencourt (Diário, 20 de abril de 2020).

João Gava nasceu no então bairro dos Meninos (atual Rudge Ramos) no dia 26 de abril de 1913. Atualmente, reside em Santos, mas vem para São Bernardo todos os meses para visitar a família, visitar o jazigo dos Gava no Cemitério de Vila Euclides, rever os amigos e participar das reuniões com os memorialistas.
Nestas ocasiões, deixa manuscritos com lembranças. João Gava também é memorialista, e no texto de hoje ele começa com uma pergunta: “Você sabe como era a Vila de São Bernardo?”

Era assim...

Texto: João Gava
São Bernardo tinha muitas indústrias de móveis e tecelagens. De cabeça, lembro umas 30 fábricas de móveis. Tecelagens eram menos: a de seda de Adelelmo Setti, outra de Pery Rochetti, a Matarazzo.
Vieram logo depois a fábrica de cobertores do Tognato, a Companhia Cinematográfica Vera Cruz.
Mais antigas eram: Curtume Cardamone, fábrica de botões de Pietro Villa, moinho de fubá dos Fabrini em Piraporinha.
A loja Casa Verde, de Antonio Rocco, trazia novidades como o fogão da marca Dako e as máquina de lavar louça.
Duas antigas padarias: a Royal (em frente à Matriz) e a Brasil, da família Bassoli.
Entre os bares, o Café Expresso. Os Bechara tinham uma loja de fazendas. Antonio Margonari, um grande alfaiate. Luiz Nelo Rossi, dentista. Italo Lazzuri mantinha um bom armazém de secos e molhados.
João Pinto e Luiz Monteiro eram dois dos motoristas de praça. Mister, o mecânico. Helio Bonini, o sapateiro – o barbudo meia-sola.
No bairro dos Meninos, a olaria dos Pierim.
Eu mesmo, João Gava, cheguei a ter uma loja, negociando com eletrodomésticos: vendia aparelhos de rádio, fogões movidos a carvão, geladeiras a gelo, máquinas Singer a manivela, ferro de passar roupa. Ficava na Rua Marechal Deodoro, 182. Quase tudo ficava na Rua Marechal.


Diário há meio século

Domingo, 26 de abril de 1970; ano 12; edição 1219

Manchete – Sequestrado um avião da Vasp na rota de Manaus
São Bernardo – Vereador José Ramos de Brito propõe a instalação de três órgãos de assistência aos menores: vara privativa, delegacia especializada e uma casa de triagem.


Em 26 de abril...

1915 – João Batista de Lima, primeiro suplente, assume o exercício do cargo de subdelegado de polícia em São Caetano, por ter se ausentado do distrito o titular.
1945 – A Prefeitura de Santo André desapropria área na Vila América destinada à construção de uma praça de esportes.
Nota – Na área seriam construídos o ginásio Pedro Dell’Antonia e o Estádio Bruno José Daniel.

Hoje

Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial

Dia do Goleiro
Dia da celebração da primeira missa no Brasil (1500)

Santos do dia

Senhora do Bom Conselho. Invocada desde a Idade Média. Seu afresco milagroso era venerado num santuário na Albânia.

Pascácio

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;