Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Aí surgiu uma casinha operária dos anos 50

A história dos 28 anos da Livraria Alpharrabio contada por sua criadora, a poeta Dalila Teles Veras, convidada desta semana do programa ‘Memória na TV’


Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

27/02/2020 | 00:01


“Luzia Maninha (Luzia Maninha Teles Veras, cunhada, fotógrafa, agitadora cultural nos bastidores, diferente da Dalila, que põe a cara para bater) é a minha metade.”

Dalila Teles Veras

------

A indústria trouxe Dalila ao Grande ABC, para trabalhar na antiga Gemmer da Avenida Rotary, periferia de uma São Bernardo então verdadeiramente industrial. E o amor a fez descobrir por inteiro a região.</CW>

Foram 11 anos como secretária na Gemmer. Morava em Santana, Zona Norte de São Paulo, e a empresa trazia os funcionários de ônibus. Nessa época fez um curso em São Paulo e conheceu Valdecirio Teles Veras, seu marido há 48 anos, três filhas e cinco netos.

Paixão fulminante. Valdecirio já advogava, defendendo trabalhadores do Grande ABC. Não havia como continuar em São Paulo. Daí a mudança para Santo André e toda uma trajetória diretamente ligada à cultura, aos livros, à Memória.

A constituição do Gipem, do Livrespaço, da Alpharrabio. Os 14 Congressos de História do Grande ABC realizados, e o 15º em idealização – um recorde. Os poemas escritos, os 20 livros publicados, um prêmio APCA concedido ao Livrespaço quando o Livrespaço já havia cumprido o seu papel: ao usar da palavra na premiação, Dalila declarou que o prêmio veio póstumo.

Assistam ao programa. Quando a gente pensa que sabe tudo sobre Dalila e seu trabalho, quanta coisa boa (e nova) é revelada.

A lembrança da coluna Viaverbo que Dalila manteve aqui no Diário, os diários da virada do milênio sugeridos e idealizados por pensadores do Grande ABC seguindo orientação do saudoso Antonio Possidonio, o Fórum da Cidadania. E um sonho em forma de vontade, de necessidade: é preciso criar, urgentemente, um instituto de estudos do ABC que abrigue a produção cultural das gentes daqui, que é imensa – defende Dalila.

Em tempo – O título Aí Surgiu Uma Casinha Operária dos Anos 50 foi tirado de uma das tantas frases ditas por Dalila durante o programa, que é ilustrado pelo vídeo Construindo Leitores. Assistam e comentem.

Osmar Cerchi Fusari

Há cinco anos Memória acolhia texto da Irmã Maria Miele focalizando o falecimento do Dr. Fusari (Santo André, 16-6-1947 – São Paulo, 21-2-2015).

“Participou ativamente da Associação das Servas do Menino Jesus, dando atendimento especial a todas as irmãs que trabalhavam no Lar Menino Jesus”, narrava Irmã Maria Miele.

Diário há 30 anos

Terça-feira, 27 de fevereiro de 1990 – Ano 32, edição 7313

Manchete – Nicarágua vence Sandinismo no voto. A liberal Violeta Chamorro comemora vitória sobre Daniel Ortega 

Combustíveis – Dois postos do Grande ABC recebem o metanol até quinta-feira (1º de março de 1990)

São Bernardo – Constituinte de São Bernardo rejeita os conselhos populares na elaboração da Lei Orgânica.

Em 27 de fevereiro de...

1920 – Engenheiro e professor Carlos Galante nasce no bairro do Brás, em São Paulo. Viveu em Santo André e aqui fez sucesso com uma obra didática nacional: os livros sobre matemática moderna, bastante populares nas décadas de 1950, 1960 e 1970.

1960 – Walter Curvello eleito presidente da Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Mauá, juntamente com Américo Perrella (vice-presidente), Skenaro Nakandakare (segundo vice), Alcides Daniel (primeiro secretário), Seiti Thua (segundo secretário), Francelino Fernandes (primeiro tesoureiro) e Herminio Pegoraro (segundo vice-presidente).

1970 –  Clube Bochófilo de Santo André sagra-se campeão estadual de basquete juvenil feminino ao vencer o São Bernardo por 41 a 38. O jogo foi em São Caetano.

Instalada a Terceira Vara Cível do Tribunal de Justiça em Santo André.

1985 – Morre Ismael Emiliano da Silva, o Ismael da Farmácia, uma das figuras mais queridas de São Bernardo. Desde junho de 1941 residia na cidade, onde hoje é nome de rua por indicação do vereador Gilberto Frigo.

Teatro Municipal de Santo André abre a temporada 1985 com o espetáculo Piaf – A Vida de uma Estrela da Canção, com direção de Flavio Rangel. Bibi Ferreira vive Edith Piaf.

2000 – Inaugurada a Brinquedoteca Pública de Santo André, no Parque Chácara Pignatari.

Hoje

- Dia do Agente Fiscal da Receita Federal

- Dia do Livro Didático

Santos do dia

- Besas

- Leandro de Sevilha

Municípios brasileiros

Celebram aniversários em 27 de fevereiro:

- No Piauí, Aroazesa

- Em Santa Catarina, Xanxerê

Fonte:IBGE.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Aí surgiu uma casinha operária dos anos 50

A história dos 28 anos da Livraria Alpharrabio contada por sua criadora, a poeta Dalila Teles Veras, convidada desta semana do programa ‘Memória na TV’

Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

27/02/2020 | 00:01


“Luzia Maninha (Luzia Maninha Teles Veras, cunhada, fotógrafa, agitadora cultural nos bastidores, diferente da Dalila, que põe a cara para bater) é a minha metade.”

Dalila Teles Veras

------

A indústria trouxe Dalila ao Grande ABC, para trabalhar na antiga Gemmer da Avenida Rotary, periferia de uma São Bernardo então verdadeiramente industrial. E o amor a fez descobrir por inteiro a região.</CW>

Foram 11 anos como secretária na Gemmer. Morava em Santana, Zona Norte de São Paulo, e a empresa trazia os funcionários de ônibus. Nessa época fez um curso em São Paulo e conheceu Valdecirio Teles Veras, seu marido há 48 anos, três filhas e cinco netos.

Paixão fulminante. Valdecirio já advogava, defendendo trabalhadores do Grande ABC. Não havia como continuar em São Paulo. Daí a mudança para Santo André e toda uma trajetória diretamente ligada à cultura, aos livros, à Memória.

A constituição do Gipem, do Livrespaço, da Alpharrabio. Os 14 Congressos de História do Grande ABC realizados, e o 15º em idealização – um recorde. Os poemas escritos, os 20 livros publicados, um prêmio APCA concedido ao Livrespaço quando o Livrespaço já havia cumprido o seu papel: ao usar da palavra na premiação, Dalila declarou que o prêmio veio póstumo.

Assistam ao programa. Quando a gente pensa que sabe tudo sobre Dalila e seu trabalho, quanta coisa boa (e nova) é revelada.

A lembrança da coluna Viaverbo que Dalila manteve aqui no Diário, os diários da virada do milênio sugeridos e idealizados por pensadores do Grande ABC seguindo orientação do saudoso Antonio Possidonio, o Fórum da Cidadania. E um sonho em forma de vontade, de necessidade: é preciso criar, urgentemente, um instituto de estudos do ABC que abrigue a produção cultural das gentes daqui, que é imensa – defende Dalila.

Em tempo – O título Aí Surgiu Uma Casinha Operária dos Anos 50 foi tirado de uma das tantas frases ditas por Dalila durante o programa, que é ilustrado pelo vídeo Construindo Leitores. Assistam e comentem.

Osmar Cerchi Fusari

Há cinco anos Memória acolhia texto da Irmã Maria Miele focalizando o falecimento do Dr. Fusari (Santo André, 16-6-1947 – São Paulo, 21-2-2015).

“Participou ativamente da Associação das Servas do Menino Jesus, dando atendimento especial a todas as irmãs que trabalhavam no Lar Menino Jesus”, narrava Irmã Maria Miele.

Diário há 30 anos

Terça-feira, 27 de fevereiro de 1990 – Ano 32, edição 7313

Manchete – Nicarágua vence Sandinismo no voto. A liberal Violeta Chamorro comemora vitória sobre Daniel Ortega 

Combustíveis – Dois postos do Grande ABC recebem o metanol até quinta-feira (1º de março de 1990)

São Bernardo – Constituinte de São Bernardo rejeita os conselhos populares na elaboração da Lei Orgânica.

Em 27 de fevereiro de...

1920 – Engenheiro e professor Carlos Galante nasce no bairro do Brás, em São Paulo. Viveu em Santo André e aqui fez sucesso com uma obra didática nacional: os livros sobre matemática moderna, bastante populares nas décadas de 1950, 1960 e 1970.

1960 – Walter Curvello eleito presidente da Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Mauá, juntamente com Américo Perrella (vice-presidente), Skenaro Nakandakare (segundo vice), Alcides Daniel (primeiro secretário), Seiti Thua (segundo secretário), Francelino Fernandes (primeiro tesoureiro) e Herminio Pegoraro (segundo vice-presidente).

1970 –  Clube Bochófilo de Santo André sagra-se campeão estadual de basquete juvenil feminino ao vencer o São Bernardo por 41 a 38. O jogo foi em São Caetano.

Instalada a Terceira Vara Cível do Tribunal de Justiça em Santo André.

1985 – Morre Ismael Emiliano da Silva, o Ismael da Farmácia, uma das figuras mais queridas de São Bernardo. Desde junho de 1941 residia na cidade, onde hoje é nome de rua por indicação do vereador Gilberto Frigo.

Teatro Municipal de Santo André abre a temporada 1985 com o espetáculo Piaf – A Vida de uma Estrela da Canção, com direção de Flavio Rangel. Bibi Ferreira vive Edith Piaf.

2000 – Inaugurada a Brinquedoteca Pública de Santo André, no Parque Chácara Pignatari.

Hoje

- Dia do Agente Fiscal da Receita Federal

- Dia do Livro Didático

Santos do dia

- Besas

- Leandro de Sevilha

Municípios brasileiros

Celebram aniversários em 27 de fevereiro:

- No Piauí, Aroazesa

- Em Santa Catarina, Xanxerê

Fonte:IBGE.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;