Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Seleção feminina massacra o México em amistoso na Arena Corinthians



12/12/2019 | 22:58


Em preparação para a Olimpíada de 2020, a seleção brasileira feminina venceu o primeiro de dois amistosos com o México neste fim de ano. Nesta quinta-feira, na Arena Corinthians, triunfou por 6 a 0, em jogo que atraiu apenas 4.993 torcedores pagantes ao estádio. Bia Zaneratto foi o destaque do duelo ao marcar três gols na etapa final.

A seleção não teve muitas dificuldades para conquistar a sua vitória, tanto que abriu o placar logo aos nove minutos do primeiro tempo. No lance, Debinha acionou Duda na ponta direita. A atacante, uma das novidades da convocação da técnica Pia Sundhage, avançou sem marcação e chutou alto e cruzado da grande área para fazer 1 a 0.

Soberana em campo, com movimentação constante no ataque, a seleção teve dois gols anulados durante o primeiro tempo e ainda realizou vários lances de efeito, com passes de letra, chapéu e canetas, empolgando a torcida na Arena Corinthians. E ainda marcou pela segunda vez aos 40, após falha da defesa mexicana, que chegou a roubar a bola de Bia Zaneratto, mas se atrapalhou, deixando a bola novamente com a atacante, que rolou para Debinha finalizar, fazendo 2 a 0.

Na etapa final, Pia promoveu várias alterações na seleção. A equipe, então, não conseguiu repetir o ritmo do primeiro tempo, mas também não correu muitos riscos. E ainda marcou mais quatro vezes, se aproveitando da fragilidade da defesa mexicana. O primeiro saiu aos 25 minutos, dessa vez com Bia Zaneratto. Após cruzamento de Andressinha, Gabi Zanotti, na segunda trave, desviou para a pequena área, com Bia só empurrando a bola para as redes.

A atacante voltaria a aparecer aos 37 minutos. Ela avançou até a grande área, driblou a sua marcadora e chutou cruzado, no canto esquerdo da meta mexicana, fazendo 4 a 0. Aos 42, Bia tocou para Millene, que dominou e bateu para as redes. Depois, aos 45, Andressinha cruzou para Bia cabecear às redes.

As seleções brasileira e mexicana voltarão a se enfrentar no domingo, agora em Araraquara, na Fonte Luminosa. Será o último compromisso da equipe dirigida por Pia em 2019, sendo que o time ainda está invicto nos 90 minutos regulamentares, embora tenha perdido dois duelos nos pênaltis. São, no total, cinco vitórias e dois empates em sete duelos sob o comando da treinadora.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Seleção feminina massacra o México em amistoso na Arena Corinthians


12/12/2019 | 22:58


Em preparação para a Olimpíada de 2020, a seleção brasileira feminina venceu o primeiro de dois amistosos com o México neste fim de ano. Nesta quinta-feira, na Arena Corinthians, triunfou por 6 a 0, em jogo que atraiu apenas 4.993 torcedores pagantes ao estádio. Bia Zaneratto foi o destaque do duelo ao marcar três gols na etapa final.

A seleção não teve muitas dificuldades para conquistar a sua vitória, tanto que abriu o placar logo aos nove minutos do primeiro tempo. No lance, Debinha acionou Duda na ponta direita. A atacante, uma das novidades da convocação da técnica Pia Sundhage, avançou sem marcação e chutou alto e cruzado da grande área para fazer 1 a 0.

Soberana em campo, com movimentação constante no ataque, a seleção teve dois gols anulados durante o primeiro tempo e ainda realizou vários lances de efeito, com passes de letra, chapéu e canetas, empolgando a torcida na Arena Corinthians. E ainda marcou pela segunda vez aos 40, após falha da defesa mexicana, que chegou a roubar a bola de Bia Zaneratto, mas se atrapalhou, deixando a bola novamente com a atacante, que rolou para Debinha finalizar, fazendo 2 a 0.

Na etapa final, Pia promoveu várias alterações na seleção. A equipe, então, não conseguiu repetir o ritmo do primeiro tempo, mas também não correu muitos riscos. E ainda marcou mais quatro vezes, se aproveitando da fragilidade da defesa mexicana. O primeiro saiu aos 25 minutos, dessa vez com Bia Zaneratto. Após cruzamento de Andressinha, Gabi Zanotti, na segunda trave, desviou para a pequena área, com Bia só empurrando a bola para as redes.

A atacante voltaria a aparecer aos 37 minutos. Ela avançou até a grande área, driblou a sua marcadora e chutou cruzado, no canto esquerdo da meta mexicana, fazendo 4 a 0. Aos 42, Bia tocou para Millene, que dominou e bateu para as redes. Depois, aos 45, Andressinha cruzou para Bia cabecear às redes.

As seleções brasileira e mexicana voltarão a se enfrentar no domingo, agora em Araraquara, na Fonte Luminosa. Será o último compromisso da equipe dirigida por Pia em 2019, sendo que o time ainda está invicto nos 90 minutos regulamentares, embora tenha perdido dois duelos nos pênaltis. São, no total, cinco vitórias e dois empates em sete duelos sob o comando da treinadora.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;