Fechar
Publicidade

Sábado, 14 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Nomeação de policiais traz esperança à segurança regional

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Expectativa é a de que parte dos 3.755 agentes civis e militares nomeados ontem ajude a suprir deficit de 500 postos no Grande ABC


Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

20/11/2019 | 07:00


O governador João Doria (PSDB) nomeou 3.755 aprovados em concurso público para cinco carreiras diferentes das polícias Civil e Militar. As nomeações foram publicadas ontem no DOE (Diário Oficial do Estado). A expectativa é a de que os novos agentes estejam atuando em cerca de quatro meses e ajudem a suprir o deficit do Grande ABC, de 300 PMs e 200 policiais civis.

Para a PM foram nomeados 2.655 soldados de segunda classe. Para a Polícia Civil foram 400 agentes policiais, 300 agentes de telecomunicações, 200 auxiliares de papiloscopista e 200 papiloscopistas.

A posse dos profissionais deve acontecer em aproximadamente 15 dias e, em seguida, os novos policiais iniciam os cursos na ESSd (Escola Superior de Soldados) e Acadepol (Academia da Polícia Civil).

Após a formação, os alunos passarão por um período de estágio probatório. Os novos policiais serão designados para reforçar o efetivo nos batalhões territoriais da PM e nas delegacias e departamentos de todo o Estado.

Não há previsão de quantos agentes serão destinados para o Grande ABC. Mesmo assim, o sentimento entre o comandante da PM na região, coronel Renato Nery Machado, e os delegados seccionais Ronaldo Tossunian, de São Bernardo e São Caetano, e Francisco Alves Cardoso, de Santo André (que inclui Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra), é de otimismo.

Nery explicou que o deficit na PM do Grande ABC está alinhado com a falta de policiais em todo o Estado, cerca de 15%. “Esse reforço vai colaborar com a segurança da região”, apontou.

Titular na seccional de São Bernardo, Tossunian relatou que já havia informado ao comando sobre a necessidade de 124 policiais (entre delegados, investigadores e escrivães) para que o atendimento seja ideal nas cidades sob sua responsabilidade. “Essa medida é o cumprimento de uma promessa de campanha do atual governo e vem ao encontro das necessidades da Polícia Civil”, pontuou. O delegado sinalizou que o reforço será importante para abertura da DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) 24 horas de São Bernardo. “Desde 2015, precisamos de pelo menos 100 profissionais e essa decisão mostra que o governo está sensível a essa demanda”, afirmou Cardoso. 

O Diário não conseguiu contato com o seccional de Diadema, Guerdson Ferreira, até o fechamento desta edição.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Nomeação de policiais traz esperança à segurança regional

Expectativa é a de que parte dos 3.755 agentes civis e militares nomeados ontem ajude a suprir deficit de 500 postos no Grande ABC

Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

20/11/2019 | 07:00


O governador João Doria (PSDB) nomeou 3.755 aprovados em concurso público para cinco carreiras diferentes das polícias Civil e Militar. As nomeações foram publicadas ontem no DOE (Diário Oficial do Estado). A expectativa é a de que os novos agentes estejam atuando em cerca de quatro meses e ajudem a suprir o deficit do Grande ABC, de 300 PMs e 200 policiais civis.

Para a PM foram nomeados 2.655 soldados de segunda classe. Para a Polícia Civil foram 400 agentes policiais, 300 agentes de telecomunicações, 200 auxiliares de papiloscopista e 200 papiloscopistas.

A posse dos profissionais deve acontecer em aproximadamente 15 dias e, em seguida, os novos policiais iniciam os cursos na ESSd (Escola Superior de Soldados) e Acadepol (Academia da Polícia Civil).

Após a formação, os alunos passarão por um período de estágio probatório. Os novos policiais serão designados para reforçar o efetivo nos batalhões territoriais da PM e nas delegacias e departamentos de todo o Estado.

Não há previsão de quantos agentes serão destinados para o Grande ABC. Mesmo assim, o sentimento entre o comandante da PM na região, coronel Renato Nery Machado, e os delegados seccionais Ronaldo Tossunian, de São Bernardo e São Caetano, e Francisco Alves Cardoso, de Santo André (que inclui Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra), é de otimismo.

Nery explicou que o deficit na PM do Grande ABC está alinhado com a falta de policiais em todo o Estado, cerca de 15%. “Esse reforço vai colaborar com a segurança da região”, apontou.

Titular na seccional de São Bernardo, Tossunian relatou que já havia informado ao comando sobre a necessidade de 124 policiais (entre delegados, investigadores e escrivães) para que o atendimento seja ideal nas cidades sob sua responsabilidade. “Essa medida é o cumprimento de uma promessa de campanha do atual governo e vem ao encontro das necessidades da Polícia Civil”, pontuou. O delegado sinalizou que o reforço será importante para abertura da DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) 24 horas de São Bernardo. “Desde 2015, precisamos de pelo menos 100 profissionais e essa decisão mostra que o governo está sensível a essa demanda”, afirmou Cardoso. 

O Diário não conseguiu contato com o seccional de Diadema, Guerdson Ferreira, até o fechamento desta edição.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;