Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Região é destaque em premiação nacional voltada à saúde bucal

S.Bernardo, S.Caetano, Diadema, Mauá e Ribeirão tiveram programas de odontologia reconhecidos; população celebra acesso ao serviço


Yasmin Assagra
Do Diário do Grande ABC

19/10/2019 | 07:00


Cinco das sete cidades do Grande ABC foram destaque em prêmio de saúde bucal organizado pelo CFO (Conselho Federal de Odontologia) na última semana: São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá e Ribeirão Pires.

A premiação levou em conta implantações efetivas de políticas públicas na saúde bucal com o objetivo de promover serviços melhores à população. São Bernardo ficou em quinto lugar entre as cidades com mais de 500 mil habitantes na etapa nacional. 

Na etapa estadual do prêmio, 66 cidades se inscreveram e Diadema ficou com o segundo lugar entre municípios de até 500 mil habitantes. Na mesma categoria, São Caetano alcançou a décima colocação, Ribeirão Pires a 20ª e, Mauá, a 22ª.

Em São Bernardo, os atendimentos de saúde bucal se concentram em três centros de especialidades odontológicas – nos bairros Nova Petrópolis, Alvarenga e Jardim Silvina – e em 30 UBSs (Unidades Básicas de Saúde). 

Diretor de saúde bucal de São Bernardo, Mário Chekin acredita que um dos fatores importantes para obter êxito no prêmio foi conseguir atender boa parte da demanda da cidade. “Tivemos crescimento nos atendimentos e isso foi positivo”. Segundo ele, o município tem 800 mil habitantes e a especialidade odontológica atende 40% desse total. “É um grande número”, avalia.

Secretário da Saúde de São Bernardo, Geraldo Reple observa que muitos pacientes de todo município possuem convênio. “Acredito que quase metade da população faz tratamento em clínicas particulares, ou seja, nossos atendimentos atingem quase os outros 50% da cidade”, ressalta.

ATENDIMENTOS

Morador de São Bernardo, o autônomo Luis César Dutra, 50 anos, leva o filho, que tem paralisia cerebral, Ian Addeu Detra, 20, a cada quatro meses para manutenção de tratamento dentário. “O Ian já está em atendimento aqui há pelo menos oito anos e todo esse tempo foi sempre muito bom. Antes, eu tinha dificuldade de escovar os dentes dele, pois ele precisa da minha ajuda. Toda técnica aprendi aqui”, comenta.

A aposentada Roseli Maria Cardoso, 66, iniciou tratamento odontológico para corrigir sua mordida . “Nunca fiz canal, tive cárie ou algo parecido. Achei que as dores eram problema na articulação. Estou me tratando há dez dias aqui, mas já consegui sentir diferença”, disse.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Região é destaque em premiação nacional voltada à saúde bucal

S.Bernardo, S.Caetano, Diadema, Mauá e Ribeirão tiveram programas de odontologia reconhecidos; população celebra acesso ao serviço

Yasmin Assagra
Do Diário do Grande ABC

19/10/2019 | 07:00


Cinco das sete cidades do Grande ABC foram destaque em prêmio de saúde bucal organizado pelo CFO (Conselho Federal de Odontologia) na última semana: São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá e Ribeirão Pires.

A premiação levou em conta implantações efetivas de políticas públicas na saúde bucal com o objetivo de promover serviços melhores à população. São Bernardo ficou em quinto lugar entre as cidades com mais de 500 mil habitantes na etapa nacional. 

Na etapa estadual do prêmio, 66 cidades se inscreveram e Diadema ficou com o segundo lugar entre municípios de até 500 mil habitantes. Na mesma categoria, São Caetano alcançou a décima colocação, Ribeirão Pires a 20ª e, Mauá, a 22ª.

Em São Bernardo, os atendimentos de saúde bucal se concentram em três centros de especialidades odontológicas – nos bairros Nova Petrópolis, Alvarenga e Jardim Silvina – e em 30 UBSs (Unidades Básicas de Saúde). 

Diretor de saúde bucal de São Bernardo, Mário Chekin acredita que um dos fatores importantes para obter êxito no prêmio foi conseguir atender boa parte da demanda da cidade. “Tivemos crescimento nos atendimentos e isso foi positivo”. Segundo ele, o município tem 800 mil habitantes e a especialidade odontológica atende 40% desse total. “É um grande número”, avalia.

Secretário da Saúde de São Bernardo, Geraldo Reple observa que muitos pacientes de todo município possuem convênio. “Acredito que quase metade da população faz tratamento em clínicas particulares, ou seja, nossos atendimentos atingem quase os outros 50% da cidade”, ressalta.

ATENDIMENTOS

Morador de São Bernardo, o autônomo Luis César Dutra, 50 anos, leva o filho, que tem paralisia cerebral, Ian Addeu Detra, 20, a cada quatro meses para manutenção de tratamento dentário. “O Ian já está em atendimento aqui há pelo menos oito anos e todo esse tempo foi sempre muito bom. Antes, eu tinha dificuldade de escovar os dentes dele, pois ele precisa da minha ajuda. Toda técnica aprendi aqui”, comenta.

A aposentada Roseli Maria Cardoso, 66, iniciou tratamento odontológico para corrigir sua mordida . “Nunca fiz canal, tive cárie ou algo parecido. Achei que as dores eram problema na articulação. Estou me tratando há dez dias aqui, mas já consegui sentir diferença”, disse.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;