Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 23 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Artistas da 'Casa' colhem frutos da superexposição


Alessandro Soares
Do Diário do Grande ABC

24/11/2001 | 15:57


Casa dos Artistas consolida ibope alto e lucros com publicidade um mês depois da estréia. Ganha Silvio Santos, cujo programa lançado sem alarde desbancou o Fantástico da Globo, líder em audiência há 29 anos nas noites de domingo. E ganham os artistas, nem tão famosos, isolados na casa. De uma só tacada, eles se tornaram a bola da vez na mídia. Alguns nem tinham trabalho, e hoje a maioria é cotada para novelas, shows, comerciais etc.

Quem se despediu da casa não tem queixas. Alessandra Iscattena, Marcos Mastronelli e Núbia Ólive capitalizam frutos de sua participação. Leandro Lehart, ex-Art Popular, foi para a Casa dos Artistas ver o que era. Desistiu do programa após uma semana e se isolou em sua casa na Serra da Cantareira – para escapar do assédio – e se preparar para lançar seu CD em janeiro.

Do lado de fora, empresários, assessores e parentes acreditam que os artistas não imaginam a dimensão do sucesso. Se soubessem, fariam menos intrigas entre eles. Supla usou melhor sua presença: divulgou seu CD, O Charada Brasileiro, que estará segunda nas bancas (e não dia 19, como ele dizia).

Neste domingo, outro morador será eliminado. Alexandre Frota xingou e infernizou para sair do programa. Se sair, já tem shows agendados até janeiro com sua banda de dançarinas de funk. “Eu não gosto de funk, gosto de ganhar dinheiro”, disse em um dos episódios exibidos durante a semana.

Fora o cachê de cada um, quem ficar até dia 16 de dezembro concorre a R$ 300 mil, o primeiro colocado, e a R$ 100 mil, o segundo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Artistas da 'Casa' colhem frutos da superexposição

Alessandro Soares
Do Diário do Grande ABC

24/11/2001 | 15:57


Casa dos Artistas consolida ibope alto e lucros com publicidade um mês depois da estréia. Ganha Silvio Santos, cujo programa lançado sem alarde desbancou o Fantástico da Globo, líder em audiência há 29 anos nas noites de domingo. E ganham os artistas, nem tão famosos, isolados na casa. De uma só tacada, eles se tornaram a bola da vez na mídia. Alguns nem tinham trabalho, e hoje a maioria é cotada para novelas, shows, comerciais etc.

Quem se despediu da casa não tem queixas. Alessandra Iscattena, Marcos Mastronelli e Núbia Ólive capitalizam frutos de sua participação. Leandro Lehart, ex-Art Popular, foi para a Casa dos Artistas ver o que era. Desistiu do programa após uma semana e se isolou em sua casa na Serra da Cantareira – para escapar do assédio – e se preparar para lançar seu CD em janeiro.

Do lado de fora, empresários, assessores e parentes acreditam que os artistas não imaginam a dimensão do sucesso. Se soubessem, fariam menos intrigas entre eles. Supla usou melhor sua presença: divulgou seu CD, O Charada Brasileiro, que estará segunda nas bancas (e não dia 19, como ele dizia).

Neste domingo, outro morador será eliminado. Alexandre Frota xingou e infernizou para sair do programa. Se sair, já tem shows agendados até janeiro com sua banda de dançarinas de funk. “Eu não gosto de funk, gosto de ganhar dinheiro”, disse em um dos episódios exibidos durante a semana.

Fora o cachê de cada um, quem ficar até dia 16 de dezembro concorre a R$ 300 mil, o primeiro colocado, e a R$ 100 mil, o segundo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;