Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

São Bernardo amplia atendimento de UBSs

Claudinei Plaza/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Até dezembro, 20 dos 34 equipamentos da atenção básica do município funcionarão das 7h às 22h


Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

06/08/2019 | 07:00


A Prefeitura de São Bernardo ampliará o horário de funcionamento de 20 das 34 UBSs (Unidades Básicas de Saúde) da rede até dezembro. Os postos ficarão abertos das 7h às 22h de segunda a sexta-feira. A ação será possível graças a incentivo financeiro para as equipes de saúde da família previsto no programa do governo federal Saúde na Hora, cuja adesão foi assinada na tarde de ontem pelo prefeito Orlando Morando (PSDB).

As três primeiras contempladas serão as unidades Alvarenga, Vila União e Vila São Pedro, a partir da primeira semana de setembro. Todos os serviços, como consulta, medicação, vacinação e atendimento bucal serão realizados no horário ampliado. A medida exigirá a contratação de 172 profissionais. “Vamos começar pelas UBSs que realizam o maior número de atendimentos diários. Aqui na Alvarenga passam mais de 1.000 pessoas por dia, na Vila São Pedro e também na Vila União supera 2.000. Isso melhora o fluxo de pacientes durante o dia”, afirmou o prefeito. 

Conforme Morando, a ampliação do horário de funcionamento das unidades colabora para a diminuição da taxa de absenteísmo – índice de pacientes que não comparecem às consultas e exames agendados, geralmente na casa dos 30% a 40%. “Na unidade (da Vila União), onde já atendemos até às 21h, temos a menor taxa de absenteísmo da rede, 8%. Isso mostra que ampliando o atendimento o munícipe comparece”, completou. Segundo o prefeito, a falta dos pacientes às consultas é prejudicial à rede. “Você agenda, tem o profissional esperando e não tem o paciente. Reduzir isso é reduzir fila e melhorar o atendimento.”

A auxiliar de manutenção Christina Pichirilo, 33 anos, mora no Jardim Thelma e tem como unidade de referência a do Alvarenga. “Vai ser muito bom contar com a opção de passar com o meu médico à noite”, afirmou. A moradora realiza, atualmente, tratamento para dores na coluna.

O repasse anual do Ministério da Saúde pela adesão do programa será de R$ 6,6 milhões ao ano e a expectativa da administração é a de que os atendimentos nas unidades aumentem em 20%. O incentivo financeiro do governo federal foi anunciado em abril e podem participar todos os municípios que quiserem ampliar para 60 ou 75 horas semanais os horários das UBSs. No caso de São Bernardo, serão credenciados 12 postos – as outras oito vão ter o atendimento ampliado com recursos municipais. O horário convencional dos equipamentos é das 7h às 19h.

HOSPITAL

A Prefeitura estima que até abril do ano que vem já esteja em funcionamento o novo HU (Hospital de Urgência). O objetivo é que o equipamento substitua os atendimentos que hoje são realizados no Pronto-Socorro Central. “Já estamos credenciados para receber R$ 10 milhões do governo do Estado e outros R$ 25 milhões do governo federal para aquisição de equipamentos”, pontuou Morando. 

A equipe da Secretaria de Saúde está discutindo como será o início da operação e estima que entre 60 e 90 dias a partir da inauguração o funcionamento já esteja em 100%. Neste período, os atendimentos urgência e emergência serão concentrados nas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento). 

Em São Caetano, unidade de saúde abre aos sábados

São Bernardo foi a primeira cidade da região a aderir ao programa Saúde na Hora, do governo federal, mas não é a única a oferecer horário ampliado de funcionamento das UBSs (Unidades Básicas de Saúde). </CW>São Caetano inaugurou, em 20 de julho, a primeira unidade da rede a funcionar aos sábados, das 8h às 12h. A UBS Ivanhoé Espósito também teve o horário durante a semana ampliado, das 7h às 17h para até 21h. Nas quatro horas a mais, o atendimento é por demanda espontânea, sem agendamento.

A unidade de São Caetano foi a primeira da cidade a atender dentro da estratégia do Programa Saúde Hora Extra, que amplia o horário de funcionamento das UBSs. A expectativa do governo é a de que até o fim do ano pelo menos cinco dos dez postos do município passem a contar com o atendimento aos sábados. A próxima será a UBS Nair Benedites (bairro Santa Paula), que entra neste novo modelo a partir deste mês. Com a expansão do horário, as UBSs poderão ser cadastradas junto ao governo federal para expansão dos repasses de custeio. 

DEMAIS CIDADES

Em abril, quando o governo federal anunciou que aumentaria os repasses para municípios que ampliassem os horários de funcionamento das UBSs, seis das sete cidades do Grande ABC – exceto Rio Grande da Serra, que não respondeu aos questionamentos do Diário – informaram que estudavam aderir à iniciativa. Na ocasião, dos 129 equipamentos da atenção básica existentes, ao menos 40 (31%) já funcionavam além das 17h.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

São Bernardo amplia atendimento de UBSs

Até dezembro, 20 dos 34 equipamentos da atenção básica do município funcionarão das 7h às 22h

Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

06/08/2019 | 07:00


A Prefeitura de São Bernardo ampliará o horário de funcionamento de 20 das 34 UBSs (Unidades Básicas de Saúde) da rede até dezembro. Os postos ficarão abertos das 7h às 22h de segunda a sexta-feira. A ação será possível graças a incentivo financeiro para as equipes de saúde da família previsto no programa do governo federal Saúde na Hora, cuja adesão foi assinada na tarde de ontem pelo prefeito Orlando Morando (PSDB).

As três primeiras contempladas serão as unidades Alvarenga, Vila União e Vila São Pedro, a partir da primeira semana de setembro. Todos os serviços, como consulta, medicação, vacinação e atendimento bucal serão realizados no horário ampliado. A medida exigirá a contratação de 172 profissionais. “Vamos começar pelas UBSs que realizam o maior número de atendimentos diários. Aqui na Alvarenga passam mais de 1.000 pessoas por dia, na Vila São Pedro e também na Vila União supera 2.000. Isso melhora o fluxo de pacientes durante o dia”, afirmou o prefeito. 

Conforme Morando, a ampliação do horário de funcionamento das unidades colabora para a diminuição da taxa de absenteísmo – índice de pacientes que não comparecem às consultas e exames agendados, geralmente na casa dos 30% a 40%. “Na unidade (da Vila União), onde já atendemos até às 21h, temos a menor taxa de absenteísmo da rede, 8%. Isso mostra que ampliando o atendimento o munícipe comparece”, completou. Segundo o prefeito, a falta dos pacientes às consultas é prejudicial à rede. “Você agenda, tem o profissional esperando e não tem o paciente. Reduzir isso é reduzir fila e melhorar o atendimento.”

A auxiliar de manutenção Christina Pichirilo, 33 anos, mora no Jardim Thelma e tem como unidade de referência a do Alvarenga. “Vai ser muito bom contar com a opção de passar com o meu médico à noite”, afirmou. A moradora realiza, atualmente, tratamento para dores na coluna.

O repasse anual do Ministério da Saúde pela adesão do programa será de R$ 6,6 milhões ao ano e a expectativa da administração é a de que os atendimentos nas unidades aumentem em 20%. O incentivo financeiro do governo federal foi anunciado em abril e podem participar todos os municípios que quiserem ampliar para 60 ou 75 horas semanais os horários das UBSs. No caso de São Bernardo, serão credenciados 12 postos – as outras oito vão ter o atendimento ampliado com recursos municipais. O horário convencional dos equipamentos é das 7h às 19h.

HOSPITAL

A Prefeitura estima que até abril do ano que vem já esteja em funcionamento o novo HU (Hospital de Urgência). O objetivo é que o equipamento substitua os atendimentos que hoje são realizados no Pronto-Socorro Central. “Já estamos credenciados para receber R$ 10 milhões do governo do Estado e outros R$ 25 milhões do governo federal para aquisição de equipamentos”, pontuou Morando. 

A equipe da Secretaria de Saúde está discutindo como será o início da operação e estima que entre 60 e 90 dias a partir da inauguração o funcionamento já esteja em 100%. Neste período, os atendimentos urgência e emergência serão concentrados nas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento). 

Em São Caetano, unidade de saúde abre aos sábados

São Bernardo foi a primeira cidade da região a aderir ao programa Saúde na Hora, do governo federal, mas não é a única a oferecer horário ampliado de funcionamento das UBSs (Unidades Básicas de Saúde). </CW>São Caetano inaugurou, em 20 de julho, a primeira unidade da rede a funcionar aos sábados, das 8h às 12h. A UBS Ivanhoé Espósito também teve o horário durante a semana ampliado, das 7h às 17h para até 21h. Nas quatro horas a mais, o atendimento é por demanda espontânea, sem agendamento.

A unidade de São Caetano foi a primeira da cidade a atender dentro da estratégia do Programa Saúde Hora Extra, que amplia o horário de funcionamento das UBSs. A expectativa do governo é a de que até o fim do ano pelo menos cinco dos dez postos do município passem a contar com o atendimento aos sábados. A próxima será a UBS Nair Benedites (bairro Santa Paula), que entra neste novo modelo a partir deste mês. Com a expansão do horário, as UBSs poderão ser cadastradas junto ao governo federal para expansão dos repasses de custeio. 

DEMAIS CIDADES

Em abril, quando o governo federal anunciou que aumentaria os repasses para municípios que ampliassem os horários de funcionamento das UBSs, seis das sete cidades do Grande ABC – exceto Rio Grande da Serra, que não respondeu aos questionamentos do Diário – informaram que estudavam aderir à iniciativa. Na ocasião, dos 129 equipamentos da atenção básica existentes, ao menos 40 (31%) já funcionavam além das 17h.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;