Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Praça da Cidadania deve estimular ações voltadas ao empreendedorismo

Equipamento pioneiro fora da Capital fica em Santo André e receberá investimento de R$ 2,5 mi; previsão de término é para o segundo semestre


Yasmin Assagra
Do Diário do Grande ABC

04/05/2019 | 07:00


 A Prefeitura de Santo André apresentou, na tarde de ontem, junto ao governo do Estado de São Paulo, o projeto atualizado da Praça da Cidadania da cidade, a primeira fora da Capital – está sendo erguida unidade no Capão Redondo. A expectativa é a de que o espaço beneficie 35 mil famílias do Jardim Santo André com projetos ecológicos e estimule o empreendedorismo e a geração de empregos.

Em parceria entre o município e o Fundo Social de Solidariedade de São Paulo, o equipamento será construído em terreno anexo à 2ª Companhia do 41º Batalhão da Polícia Militar, localizado na Rua dos Dominicanos, no Jardim Santo André. O custo de implantação das obras está estimado em R$ 2,5 milhões, provenientes de recursos empenhados pela iniciativa privada.

Com o auxílio dos moradores para construção e manutenção do programa, a praça iniciou os trabalhos em abril, com os projetos ecológicos e a escola de moda e beleza, antes mesmo do início das obras. O término está previsto para a metade do segundo semestre. “A Praça da Cidadania em Santo André será um modelo de descentralização econômica. Essa combinação da sociedade trabalhando junto faz a diferença, por isso o projeto é tão inovador para promoção de empregos, levando a economia e o empreendedorismo para o local”, comenta o presidente do Fundo Social de Solidariedade do Estado, Filipe Sabará.

Segundo o prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), o equipamento é “uma semente de desenvolvimento na geração de emprego e novas oportunidades”. “Será umgrande desafio, mas as ideias e os frutos deste trabalho já estão surtindo efeito”, diz.

Para primeira-dama e presidente do Núcleo de Inovação Social de Santo André, Ana Carolina Barreto Serra, o programa será continuação de projetos que já existem no município. “A partir do momento em que eles participarão da construção da praça, isso também criará vínculo afetivo entre eles. Muito importante para essa praça sempre permanecer ativa”, ressalta.

De acordo com a primeira-dama do Estado de São Paulo e presidente do Conselho do Fundo Social de São Paulo, Bia Doria, o programa também vai alavancar as oportunidades que surgirão no decorrer do projeto. “Estamos todos ansiosos. Acredito que será um grande trabalho, fruto de projetos que já existiam na cidade, e melhorará ainda mais com essa parceria. Assim que finalizado, esperamos que permaneça sempre ativo na comunidade”, comenta.

“A Praça da Cidadania é motivo de muito orgulho e confiança. É uma parceria do poder público com a iniciativa privada e a comunidade para que, desde o início, saibam como foi construído e a importância que eles tiveram para essa inovação”, finaliza Ana Carolina.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;