Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 21 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

'Homecoming' mostra Beyoncé nos bastidores

Reprodução/Instagram  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


22/04/2019 | 09:00


Há exato um ano, a cantora Beyoncé fazia história ao ser a primeira mulher negra a se apresentar como a atração principal do clássico festival de música Coachella, realizado nos Estados Unidos. Para o seu show, a artista inovou e levou ao palco uma estrutura própria, com dezenas de músicos e dançarinos. Agora, os bastidores e a preparação para a apresentação vão poder ser vistos num documentário, Homecoming: A Film By Beyoncé, que estreia nesta quarta-feira, 17, no serviço de streaming Netflix.

"Homecoming apresenta um olhar íntimo sobre o show histórico de Beyoncé em 2018 no Coachella, que homenageou os colégios e universidades historicamente negros da América", diz a descrição oficial da plataforma. "Intercalado com imagens e entrevistas francas, detalhando a preparação e a poderosa intenção por trás de sua visão, Homecoming traça o caminho emocionante de um conceito criativo que se transforma em movimento cultural."

Se o show de Beyoncé fez um grande tributo à cultura afro-americana, o documentário deve ser um interessante complemento. No trailer divulgado pela Netflix, quem ouvimos falar é a poeta negra Maya Angelou (1928-2014). "O que eu realmente quero fazer é ser uma representante da minha raça. Da raça humana", diz no trailer.

A prévia mostra que, além de imagens dos shows, o documentário vai mostrar também um pouco da intimidade de Beyoncé. Em uma das cenas, vemos a cantora ensaiando ao lado de sua filha mais velha, Blue Ivy, de sete anos. Vale lembrar que este show no Coachella estava inicialmente previsto para 2017, mas a cantora precisou adiar a apresentação por causa de uma nova gravidez. Os gêmeos Rumi e Sir nasceram em junho daquele ano. Menos de um ano depois, Beyoncé já estava no palco do Coachella.

A apresentação no festival contou com participações de seu marido, Jay-Z, da irmã, Solange Knowles, e de suas ex-colegas do grupo Destiny''s Child, Kelly Rowland e Michelle Williams. O show foi tão histórico que, este ano, a organização do Coachella decidiu exibir ao público o palco usado por Beyoncé, uma grande pirâmide metálica.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

'Homecoming' mostra Beyoncé nos bastidores


22/04/2019 | 09:00


Há exato um ano, a cantora Beyoncé fazia história ao ser a primeira mulher negra a se apresentar como a atração principal do clássico festival de música Coachella, realizado nos Estados Unidos. Para o seu show, a artista inovou e levou ao palco uma estrutura própria, com dezenas de músicos e dançarinos. Agora, os bastidores e a preparação para a apresentação vão poder ser vistos num documentário, Homecoming: A Film By Beyoncé, que estreia nesta quarta-feira, 17, no serviço de streaming Netflix.

"Homecoming apresenta um olhar íntimo sobre o show histórico de Beyoncé em 2018 no Coachella, que homenageou os colégios e universidades historicamente negros da América", diz a descrição oficial da plataforma. "Intercalado com imagens e entrevistas francas, detalhando a preparação e a poderosa intenção por trás de sua visão, Homecoming traça o caminho emocionante de um conceito criativo que se transforma em movimento cultural."

Se o show de Beyoncé fez um grande tributo à cultura afro-americana, o documentário deve ser um interessante complemento. No trailer divulgado pela Netflix, quem ouvimos falar é a poeta negra Maya Angelou (1928-2014). "O que eu realmente quero fazer é ser uma representante da minha raça. Da raça humana", diz no trailer.

A prévia mostra que, além de imagens dos shows, o documentário vai mostrar também um pouco da intimidade de Beyoncé. Em uma das cenas, vemos a cantora ensaiando ao lado de sua filha mais velha, Blue Ivy, de sete anos. Vale lembrar que este show no Coachella estava inicialmente previsto para 2017, mas a cantora precisou adiar a apresentação por causa de uma nova gravidez. Os gêmeos Rumi e Sir nasceram em junho daquele ano. Menos de um ano depois, Beyoncé já estava no palco do Coachella.

A apresentação no festival contou com participações de seu marido, Jay-Z, da irmã, Solange Knowles, e de suas ex-colegas do grupo Destiny''s Child, Kelly Rowland e Michelle Williams. O show foi tão histórico que, este ano, a organização do Coachella decidiu exibir ao público o palco usado por Beyoncé, uma grande pirâmide metálica.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;