Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Semeadura na serra

Em épocas distintas a mesma preocupação do Diário com o destino da Serra do Mar e da Billings


Ademir Medici

16/02/2019 | 07:00


“A devastação de duas joias naturais do Grande ABC fica muito mais evidente a 150 metros de altura. A 3.000 pés, a bordo de helicóptero Bell 206 Jet Ranger, a equipe do Diário constatou o desflorestamento da Mata Atlântica e a poluição da Represa Billings.”

Nota – Naquele Dia da Árvore, o Diário iniciava uma série de reportagens que denunciaram o ataque que a natureza sofre diariamente no Grande ABC. Uma cobertura focada no desmatamento, na invasão e na poluição das nossas riquezas maiores, a Serra do Mar e a Represa Billings.

Alguns anos atrás...

Quarta-feira, 15 de fevereiro de 1989, o Diário publicava a seguinte notícia:
- A Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) anunciava que iria fazer uma semeadura na Serra do Mar. Trezentos milhões de sementes de árvores e arbustos seriam jogadas de helicóptero num trecho desmatado considerado de alto risco de deslizamento.

Foi o que ocorreu. No dia seguinte, quinta-feira, 16 de fevereiro de 1989, a repórter Vanilda Sant’Anna e o repórter-fotográfico Mauricio Pavan noticiavam:
- Um helicóptero da FAB (Força Aérea Brasileira) lançou ontem, pelo ar, sementes e mudas de 22 espécies de árvores e arbustos sobre uma área de 15 km².
A experiência pretende florescer a região em dois anos, segundo o secretário estadual do Meio Ambiente, Jorge Wilheim.

A ação foi acompanhada por técnicos e autoridades do governo do Estado, inclusive o governador Orestes Quércia, na anunciada operação de semeadura.

O FUTURO
O Diário demonstra, ao longo da história, que nunca deixou de se preocupar com a sobrevivência da Serra do Mar e da Represa Billings.

Ontem, setores gigantescos atacados pela poluição ambiental e desmatamento clandestino; hoje feridos por problemas idênticos.

O Diário faz a sua parte. Denuncia e documenta. O preto e branco das imagens de 1989 são as coloridas de hoje. O grau de alerta, o mesmo.

O Carnaval e a Guerra

Texto: Milton Parron

Neste fim de semana apresentaremos o terceiro programa da série sobre o Carnaval, com marchas e sambas relacionados à Segunda Guerra Mundial.

Pouca gente sabe, até porque as músicas não fizeram sucesso em razão do momento difícil que o mundo, e o Brasil, claro, atravessavam, porém, a produção musical carnavalesca foi muito grande naquele período. Muitas das composições são belíssimas.

O curioso é que nas letras a abordagem de temas patrióticos ultrapassa a barreira do bairrismo, das bravatas.

Para mais bem ilustrar o programa, usamos farto material informativo sobre a guerra produzido pelas emissoras de rádio entre os anos de 1940 e 1945, incluindo registros do Repórter Esso sobre o torpedeamento de navios mercantes na costa brasileira e o afundamento de submarinos alemães, também em nossa costa, por aviões Catalina da nossa aviação de patrulha aérea.

EM PAUTA
Rádio Bandeirantes AM (840) e FM (90,9)Memória. Velhos Carnavais – terceira parte.
Produção e apresentação: Milton Parron. Hoje, às 23h, com reprise amanhã, às 5h, além da internet, radiobandeirantes.com.br


III Copa Tulica de futebol senior

Hoje, a quinta rodada, no Campo Distrital do Nacional: às 8h, São Jorge/Humaitá x Ipanema; às 9h20, Reapar Parafusos x Nacional: às 10h40, Santo André x Águias de Nova Gerty; folga: Icontafisco.

Resultados da quarta rodada, sábado passado: Águias de Nova Gerty 0, Icontafisco 1; São Jorge/Humaitá 1, Nacional 1.

Nota – O repórter Mauricio Silva acompanha este torneio, que reúne grandes craques do passado, bons de bola até hoje.

Interação com Facebook
 

‘O crime, numa versão portuguesa’

A Polícia demonstra que é ótima na arte da tortura e da execução de bandidos ‘pé de chinelos’ e péssima na técnica da investigação científica e no trabalho de levar aos tribunais, com inquéritos bem fundamentados e recheados de provas, os grandes nomes do crime organizado.

Da crônica de Guido Fidelis publicada pelo Diário em 16 de fevereiro de 1989. Confiram a íntegra no Facebook da Memória – acessem o endereço acima.

Diário há 30 anos

Quinta-feira, 16 de fevereiro de 1989 – ano 31, edição 6990

Manchete – Sarney insiste no fim de cinco ministérios 
Presidente vai à TV, reclama solidariedade e pede coparticipação do Congresso no governo.
Informática – lunos estudam em terminal ligado ao CPD da General Motors.

Em 16 de fevereiro de...

1919 – Anunciada a venda da Chácara Bom Repouso, que ficava a 200 metros da estação ferroviária do distrito de Santo André. Casa para família em tratamento de saúde. Grande arborização de frutas e água corrente. Tratar com Paulino de Lima, à Rua Glicério (General), nº 16.
NotaMemória já relatou, e este anúncio vem a comprovar uma vez mais: na primeira metade do século XX, o bom ar e a boa água da região eram indicados pelos médicos.

Hoje

- Dia do Repórter

Santos do Dia

- Elias
- Jeremias
- Daniel
- Gilberto de Sempringham

Municípios Brasileiros

Celebram aniversários em 16 de fevereiro:

- No Rio Grande do Sul, Agudo e Arvorezinha
- Em Minas Gerais, Raposos
- Em Sergipe, Santa Luzia do Itanhy

Fonte: IBGE



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;