Fechar
Publicidade

Sábado, 19 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Natal, que vibe é essa?


Do Diário do Grande ABC

25/12/2018 | 11:45


O que nos lembra o Natal? Festa, família, comida, bebida, amigo-secreto, presentes. Quantas coisas boas vivemos no Natal! Reencontramos familiares, amigos; enviamos mensagens; boas lembranças de pessoas que já se foram vêm à tona. Às vezes, também bate aquela tristeza por amizades enfraquecidas ou rompidas. Nesse tempo, vejo tendências: ou afloram o consumismo e a indiferença, ou damos o verdadeiro sentido ao Natal, que é o Cristo entre nós!

O comércio se dedica a fazer bem a sua parte com as mais variadas propagandas. E quantas boas propagandas, até nos convencem que realmente precisamos comprar aquele produto. Hoje em dia, a tecnologia permite oferecer à pessoa não somente aquilo que pesquisou na internet, mas outros produtos relacionados.

Para não cairmos no consumismo, algumas perguntas podem nos ajudar: Eu preciso desse produto? Isso vale para presentear também: Essa pessoa precisa desse presente? Por que quero comprar ou presentear, é necessidade? Por que é Natal? É promoção? É um agrado/carinho? Se há muitas pessoas ansiosas por ‘gastar’, também encontramos algumas pessoas indiferentes. Já ouvi muitas pessoas que dizem não gostar do Natal, porque veem esse consumismo exacerbado ganhar maior proporção a cada ano.

Outras, porque não encontram nenhum ou quase nenhum motivo para celebrar, por dificuldades em casa ou porque perderam entes queridos.

Independentemente da circunstância, somos convidados a viver bem o Natal e resgatar seu verdadeiro sentido. O Natal é a comemoração da vinda de Deus entre os homens. Ele veio como gente, como ser humano, na fragilidade e simplicidade de uma criança. A pessoa do ainda Menino Jesus trouxe muita alegria e esperança para o seu tempo e ainda traz para o nosso tempo. Muitos escritores já falaram, falam e falarão a respeito d’Ele.

É a pessoa mais influente do mundo, seus ensinamentos ajudam, ainda hoje, crentes e não crentes. Ele é o sentido do Natal! Tomemos cuidado para que nem o consumismo nem a indiferença tomem conta desse tempo. O Menino cresceu e continuou humilde e simples, ensinou e ensina-nos a amar e perdoar. Que tal aproveitar o hoje para amar e perdoar? Foi dessa forma que Jesus mudou o mundo.

Natal é festejar o nascimento de Jesus, é acolhê-lo e acolher seus ensinamentos, deixar que Ele nasça na manjedoura do nosso coração e cresça em nossas atitudes.
Feliz Natal para você!

Padre Marcio Prado é sacerdote da Comunidade Canção Nova, vice-reitor do Santuário do Pai das Misericórdias e autor dos livros Entender e Viver o Ano da Misericórdia e Via-Sacra do Santuário do Pai das Misericórdias. 

Boas-Festas
O Diário recebe e retribui votos de Boas,-Festas a Secovi-SP (Sindicato da Habitação de São Paulo); MSL Andreoli; Junia Sanches; Alfapress Comunicações; Fabiana Groppo; Pesquisa Brindes; Harley Nobrega Da Silva; Kelly Ribeiro da Silva; Rodrigo da Silva Cerqueira; Adriana Amorim Cardoso; Cláudio dos Santos Cardoso; Jamall Willians Nobréga da Silva; Wellington da Silva; Priscila de Paiva Ribeiro Lucena; Jeferson Cordeiro Lucena; Sophia de Paiva Lucena; Pais&Filhos; Promonde Travel + Food Marketing; Cássio Vilela; Evaristo Eduardo de Miranda; LBS Advogados; Equipe Agência Comunicado; Carla Rocha Ferri; Arlindo Ligeirinho Ribeiro.

Feliz Natal! -1
Natal é a data mais importante da humanidade. Momento ‘único’ de paz, amor, esperança, fé, reflexão e confraternização universal. O essencial é acreditar, confiar e estar com Jesus, todos os dias do ano, 24 horas por dia, seguindo os ensinamentos e agradecendo, nos momentos bons e ruins. Ótimo exemplo vem da natureza, por meio do pássaro bem-te-vi. Sua cor e o canto atraem temíveis predadores, criando enormes dificuldades para sobrevivência. A pequena ave jamais desiste de anunciar e saudar o Criador: ‘Bem-te-vi (bendito, te vi). Isso é fidelidade! Acho que precisamos aprender a lição, saudando, agradecendo e orando por tudo que o Mestre nos dá. Ainda é tempo de encontrar a verdade. Não estamos aqui por dinheiro e bens materiais. A vida é feita de simplicidade e caridade. O resto é vaidade, ambição e marketing comercial abusivo! Você pode esquecer de algo ou alguém no Natal, mas é imprescindível não esquecer do aniversariante principal. Convide-o para entrar em sua casa. Aproveite a oportunidade e peça que fique outros 364 dias, que fique para sempre! Sua vida será eterna festa. Feliz Natal, bem-te-vi!
José Machado
São Bernardo

Feliz Natal! – 2
A Bíblia on-line me envia, todos os dias, o versículo da data. Um deles trouxe-me exatamente o que eu gostaria de falar às pessoas neste Natal. É o versículo 38 de Lucas 6, que diz: ‘Deem e será dado a vocês, uma boa medida, calcada, sacudida e transbordante será dada a vocês. Pois a medida que usarem também será usada para medir vocês’. Claro que a gente não consegue ajudar muitas famílias, mas peço que olhe para o lado, pois sempre terá alguém que tem menos que você. E isso independe de ser material. Há muitas pessoas precisando de atenção, um olhar, um sorriso. Sei que de alguma forma podemos abençoar alguém. Então, faça isso neste Natal e fará sorrir o aniversariante, que é Jesus. Deus abençoe o mundo todo.
Rosângela Caris
Mauá

Feliz Natal! – 3
O Natal já não é mais como antes. O espírito natalino ficou em segundo plano. As pessoas esqueceram o verdadeiro sentido da maior festa cristã. A modernidade avassaladora das propagandas transformou esta data em mero balcão de vendas. Quando vemos as lojas abarrotadas de pessoas comprando desesperadamente, ao apelo da mídia, fico a me perguntar: ‘Cadê a tão falada crise?’. As festas de fim de ano vão muito além dos exageros, dos presentes e das comilanças. São, acima de tudo, convite à reflexão, à solidariedade, à caridade, ao respeito e ao amor ao próximo. Esta é a oportunidade ideal para colocarmos em prática os ensinamentos de Jesus, que não se restringem somente a estes dias. Comemorar o Natal é por tradição unir as famílias, porém, não esqueçamos que o ‘aniversariante’ é o principal personagem da festa, símbolo do amor, da humildade e da igualdade entre os povos. Que a paz, o entendimento e a alegria estejam presentes em todos os lares.
Eunice Gallo
São Caetano

Inusitada
Merece ser premiada a fotografia clicada pelo sagaz fotógrafo Nario Barbosa publicada neste Diário(Primeira Página, dia 23). Acho fascinante quando um fotógrafo consegue captar e eternizar pose inusitada, que durou uma fração de segundo. Parabéns! Saudações premiadas.
João Paulo de Oliveira
Diadema

Como fica?
Muito louvável a atitude de algumas instituições de Mauá que entraram com pedido de impeachment do prefeito da cidade, Atila Jacomussi (Política, dia 22). Porém, gostaria de saber como fica a situação dos vereadores que também estão envolvidos no mesmo esquema? Pelo que estou sabendo, os mesmos estão viajando de férias e continuam recebendo seus salários normalmente. Não seria o caso de terem os vencimentos suspensos até que sejam resolvidas todas as denúncias que pesam sobre eles?
Ivan Salles de Oliveira
Mauá

FSA
É estarrecedor tudo o que está acontecendo com a FSA (Fundação Santo André), que já vem há alguns anos passando por diversas dificuldades. O prefeito de Santo André, Paulo Serra, assiste a tudo passivamente. O simples fato de o reitor ter admitido a este Diário (Setecidades, dia 23 de março) que não entrou na Fundação Santo André por concurso público já seria prova suficiente para o mesmo ser desligado de sua função. Mas o prefeito, sabendo disso, nada fez. E, agora, 35 docentes são dispensados, menos o reitor (dia 22). No mínimo estranho esse acontecimento. Já passou da hora de o prefeito se pronunciar, de imediato afastar o reitor e exigir explicações de por qual motivo ele não se encontra na lista de desligados da Fundação. Reaja, prefeito, e zele pelo bem da Fundação Santo André.
Thiago Scarabelli Sangregorio
São Bernardo



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Natal, que vibe é essa?

Do Diário do Grande ABC

25/12/2018 | 11:45


O que nos lembra o Natal? Festa, família, comida, bebida, amigo-secreto, presentes. Quantas coisas boas vivemos no Natal! Reencontramos familiares, amigos; enviamos mensagens; boas lembranças de pessoas que já se foram vêm à tona. Às vezes, também bate aquela tristeza por amizades enfraquecidas ou rompidas. Nesse tempo, vejo tendências: ou afloram o consumismo e a indiferença, ou damos o verdadeiro sentido ao Natal, que é o Cristo entre nós!

O comércio se dedica a fazer bem a sua parte com as mais variadas propagandas. E quantas boas propagandas, até nos convencem que realmente precisamos comprar aquele produto. Hoje em dia, a tecnologia permite oferecer à pessoa não somente aquilo que pesquisou na internet, mas outros produtos relacionados.

Para não cairmos no consumismo, algumas perguntas podem nos ajudar: Eu preciso desse produto? Isso vale para presentear também: Essa pessoa precisa desse presente? Por que quero comprar ou presentear, é necessidade? Por que é Natal? É promoção? É um agrado/carinho? Se há muitas pessoas ansiosas por ‘gastar’, também encontramos algumas pessoas indiferentes. Já ouvi muitas pessoas que dizem não gostar do Natal, porque veem esse consumismo exacerbado ganhar maior proporção a cada ano.

Outras, porque não encontram nenhum ou quase nenhum motivo para celebrar, por dificuldades em casa ou porque perderam entes queridos.

Independentemente da circunstância, somos convidados a viver bem o Natal e resgatar seu verdadeiro sentido. O Natal é a comemoração da vinda de Deus entre os homens. Ele veio como gente, como ser humano, na fragilidade e simplicidade de uma criança. A pessoa do ainda Menino Jesus trouxe muita alegria e esperança para o seu tempo e ainda traz para o nosso tempo. Muitos escritores já falaram, falam e falarão a respeito d’Ele.

É a pessoa mais influente do mundo, seus ensinamentos ajudam, ainda hoje, crentes e não crentes. Ele é o sentido do Natal! Tomemos cuidado para que nem o consumismo nem a indiferença tomem conta desse tempo. O Menino cresceu e continuou humilde e simples, ensinou e ensina-nos a amar e perdoar. Que tal aproveitar o hoje para amar e perdoar? Foi dessa forma que Jesus mudou o mundo.

Natal é festejar o nascimento de Jesus, é acolhê-lo e acolher seus ensinamentos, deixar que Ele nasça na manjedoura do nosso coração e cresça em nossas atitudes.
Feliz Natal para você!

Padre Marcio Prado é sacerdote da Comunidade Canção Nova, vice-reitor do Santuário do Pai das Misericórdias e autor dos livros Entender e Viver o Ano da Misericórdia e Via-Sacra do Santuário do Pai das Misericórdias. 

Boas-Festas
O Diário recebe e retribui votos de Boas,-Festas a Secovi-SP (Sindicato da Habitação de São Paulo); MSL Andreoli; Junia Sanches; Alfapress Comunicações; Fabiana Groppo; Pesquisa Brindes; Harley Nobrega Da Silva; Kelly Ribeiro da Silva; Rodrigo da Silva Cerqueira; Adriana Amorim Cardoso; Cláudio dos Santos Cardoso; Jamall Willians Nobréga da Silva; Wellington da Silva; Priscila de Paiva Ribeiro Lucena; Jeferson Cordeiro Lucena; Sophia de Paiva Lucena; Pais&Filhos; Promonde Travel + Food Marketing; Cássio Vilela; Evaristo Eduardo de Miranda; LBS Advogados; Equipe Agência Comunicado; Carla Rocha Ferri; Arlindo Ligeirinho Ribeiro.

Feliz Natal! -1
Natal é a data mais importante da humanidade. Momento ‘único’ de paz, amor, esperança, fé, reflexão e confraternização universal. O essencial é acreditar, confiar e estar com Jesus, todos os dias do ano, 24 horas por dia, seguindo os ensinamentos e agradecendo, nos momentos bons e ruins. Ótimo exemplo vem da natureza, por meio do pássaro bem-te-vi. Sua cor e o canto atraem temíveis predadores, criando enormes dificuldades para sobrevivência. A pequena ave jamais desiste de anunciar e saudar o Criador: ‘Bem-te-vi (bendito, te vi). Isso é fidelidade! Acho que precisamos aprender a lição, saudando, agradecendo e orando por tudo que o Mestre nos dá. Ainda é tempo de encontrar a verdade. Não estamos aqui por dinheiro e bens materiais. A vida é feita de simplicidade e caridade. O resto é vaidade, ambição e marketing comercial abusivo! Você pode esquecer de algo ou alguém no Natal, mas é imprescindível não esquecer do aniversariante principal. Convide-o para entrar em sua casa. Aproveite a oportunidade e peça que fique outros 364 dias, que fique para sempre! Sua vida será eterna festa. Feliz Natal, bem-te-vi!
José Machado
São Bernardo

Feliz Natal! – 2
A Bíblia on-line me envia, todos os dias, o versículo da data. Um deles trouxe-me exatamente o que eu gostaria de falar às pessoas neste Natal. É o versículo 38 de Lucas 6, que diz: ‘Deem e será dado a vocês, uma boa medida, calcada, sacudida e transbordante será dada a vocês. Pois a medida que usarem também será usada para medir vocês’. Claro que a gente não consegue ajudar muitas famílias, mas peço que olhe para o lado, pois sempre terá alguém que tem menos que você. E isso independe de ser material. Há muitas pessoas precisando de atenção, um olhar, um sorriso. Sei que de alguma forma podemos abençoar alguém. Então, faça isso neste Natal e fará sorrir o aniversariante, que é Jesus. Deus abençoe o mundo todo.
Rosângela Caris
Mauá

Feliz Natal! – 3
O Natal já não é mais como antes. O espírito natalino ficou em segundo plano. As pessoas esqueceram o verdadeiro sentido da maior festa cristã. A modernidade avassaladora das propagandas transformou esta data em mero balcão de vendas. Quando vemos as lojas abarrotadas de pessoas comprando desesperadamente, ao apelo da mídia, fico a me perguntar: ‘Cadê a tão falada crise?’. As festas de fim de ano vão muito além dos exageros, dos presentes e das comilanças. São, acima de tudo, convite à reflexão, à solidariedade, à caridade, ao respeito e ao amor ao próximo. Esta é a oportunidade ideal para colocarmos em prática os ensinamentos de Jesus, que não se restringem somente a estes dias. Comemorar o Natal é por tradição unir as famílias, porém, não esqueçamos que o ‘aniversariante’ é o principal personagem da festa, símbolo do amor, da humildade e da igualdade entre os povos. Que a paz, o entendimento e a alegria estejam presentes em todos os lares.
Eunice Gallo
São Caetano

Inusitada
Merece ser premiada a fotografia clicada pelo sagaz fotógrafo Nario Barbosa publicada neste Diário(Primeira Página, dia 23). Acho fascinante quando um fotógrafo consegue captar e eternizar pose inusitada, que durou uma fração de segundo. Parabéns! Saudações premiadas.
João Paulo de Oliveira
Diadema

Como fica?
Muito louvável a atitude de algumas instituições de Mauá que entraram com pedido de impeachment do prefeito da cidade, Atila Jacomussi (Política, dia 22). Porém, gostaria de saber como fica a situação dos vereadores que também estão envolvidos no mesmo esquema? Pelo que estou sabendo, os mesmos estão viajando de férias e continuam recebendo seus salários normalmente. Não seria o caso de terem os vencimentos suspensos até que sejam resolvidas todas as denúncias que pesam sobre eles?
Ivan Salles de Oliveira
Mauá

FSA
É estarrecedor tudo o que está acontecendo com a FSA (Fundação Santo André), que já vem há alguns anos passando por diversas dificuldades. O prefeito de Santo André, Paulo Serra, assiste a tudo passivamente. O simples fato de o reitor ter admitido a este Diário (Setecidades, dia 23 de março) que não entrou na Fundação Santo André por concurso público já seria prova suficiente para o mesmo ser desligado de sua função. Mas o prefeito, sabendo disso, nada fez. E, agora, 35 docentes são dispensados, menos o reitor (dia 22). No mínimo estranho esse acontecimento. Já passou da hora de o prefeito se pronunciar, de imediato afastar o reitor e exigir explicações de por qual motivo ele não se encontra na lista de desligados da Fundação. Reaja, prefeito, e zele pelo bem da Fundação Santo André.
Thiago Scarabelli Sangregorio
São Bernardo

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;