Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Ciclista morre após colisão com ônibus na Vl.Noêmia

Acidente aconteceu na Avenida João Ramalho; homem de 54 anos se deslocava até o trabalho


Bia Moço
Do Diário do Grande ABC

04/12/2018 | 07:00


 O ciclista Antônio Moreira Ximenes, 54 anos, morreu na manhã de ontem, por volta das 5h30. Ele foi atingido por ônibus da transportadora Breda, na Avenida João Ramalho, Vila Noêmia, altura do número 964, em Mauá, enquanto seguia para o trabalho.

De acordo com testemunhas, Ximenes seguia pela avenida sentido Santo André, quando o ônibus teria mudado de faixa em alta velocidade e atingido o ciclista por trás. Ximenes foi arremessando cerca de 60 metros à frente e morreu na hora. Segundo a equipe da perícia, traumatismo craniano após forte pancada teria sido causador da morte.

Enteado de Ximenes, Thomaz Vitor Lambiasi, 20, disse que o homem era pedreiro e há pelo menos 15 anos e usava a bicicleta para se deslocar até o trabalho. “Ele estava indo para São Bernardo, onde estava trabalhando em uma obra.”



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ciclista morre após colisão com ônibus na Vl.Noêmia

Acidente aconteceu na Avenida João Ramalho; homem de 54 anos se deslocava até o trabalho

Bia Moço
Do Diário do Grande ABC

04/12/2018 | 07:00


 O ciclista Antônio Moreira Ximenes, 54 anos, morreu na manhã de ontem, por volta das 5h30. Ele foi atingido por ônibus da transportadora Breda, na Avenida João Ramalho, Vila Noêmia, altura do número 964, em Mauá, enquanto seguia para o trabalho.

De acordo com testemunhas, Ximenes seguia pela avenida sentido Santo André, quando o ônibus teria mudado de faixa em alta velocidade e atingido o ciclista por trás. Ximenes foi arremessando cerca de 60 metros à frente e morreu na hora. Segundo a equipe da perícia, traumatismo craniano após forte pancada teria sido causador da morte.

Enteado de Ximenes, Thomaz Vitor Lambiasi, 20, disse que o homem era pedreiro e há pelo menos 15 anos e usava a bicicleta para se deslocar até o trabalho. “Ele estava indo para São Bernardo, onde estava trabalhando em uma obra.”

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;