Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Região adere em peso ao projeto Doria


Raphael Rocha

20/03/2018 | 07:00


Prefeito da Capital, João Doria foi escolhido pela militância do PSDB para ser o candidato do partido ao governo do Estado – deve, aliás, renunciar ao cargo no dia 7 e dar posse ao vice, Bruno Covas (PSDB). No Estado, obteve 80% dos votos. Mas no Grande ABC a votação foi ainda mais considerável. Dos 1.006 filiados que foram às urnas no domingo, 958 depositaram confiança em Doria. Isso representa 95,2% dos votos. Quinze pontos percentuais a mais do que o resto do Estado. Em Diadema, o percentual de votantes em Doria chegou a 98,7%. Em Mauá, que compreendeu os diretórios de Ribeirão Pires e Rio Grande, esse índice alcançou 98,6%. Ou seja, o tucanato regional quer ver Doria nas urnas. Agora resta saber se Doria, caso seja eleito governador do Estado no pleito de outubro, terá o mesmo olhar de confiança ao povo da região. Vale lembrar que o Grande ABC segue sem representantes no primeiro escalão do Palácio dos Bandeirantes, por exemplo. 

Ex-prefeitos
Os ex-prefeitos de Diadema e de Mauá, José de Filippi Júnior (PT) e Oswaldo Dias (PT), respectivamente, se encontraram na tarde de ontem numa tradicional padaria mauaense. O assunto, claro, foi eleição deste ano. Há possibilidade concreta de a dupla formar uma dobrada para o pleito de outubro, sendo Filippi candidato a deputado federal, enquanto Oswaldo buscaria uma cadeira na Assembleia.

Ação e reação
Ainda nas costuras eleitorais, os vereadores Marcel Munhoz (PPS), de São Caetano, e Professor Minhoca (PSDB), de Santo André, tiveram uma reunião numa padaria andreense. Os dois são pré-candidatos a deputado estadual. A curiosidade é que o encontro acontece depois de aumentar a especulação em torno de eventual candidatura à Assembleia Legislativa de Thiago Auricchio, filho do prefeito de São Caetano, José Auricchio Júnior (PSDB).

Agenda dupla
Durante passagem do ministro Alexandre Baldy (PP), de Cidades, por São Bernardo, o deputado Guilherme Mussi, presidente do PP, passou boa parte do tempo em conversa reservada com o mandatário da Câmara são-bernardense, Pery Cartola (PSDB). O PP é um dos partidos que sondam a situação de Pery, que, por sua vez, estuda lançar candidatura a deputado à revelia do governo. PSL, PRB e DEM também são possibilidades a Pery.

Vai que sobra
Presidente da ETC (Empresa de Transporte Coletivo) de São Bernardo e um dos aliados diretos do prefeito Orlando Morando (PSDB), Ademir Silvestre (PHS) está animado com especulações em torno de uma candidatura sua a deputado federal. Silvestre tem se movimentado nos bastidores da cidade, enquanto não há definição do grupo governista – apesar das discussões, ele sabe que a palavra do prefeito é a final. O PHS coleciona bom desempenho no pleito de 2016, quando emplacou os vereadores Martins Martins e Jorge Araújo.

Transposição
Ainda secretário do governo em Paulínia, Nilson Bonome (PRB), ex-homem forte nas prefeituras de Santo André e de São Caetano, esteve na Artesp para pedir a transposição na Rodovia Professor Zeferino Vaz, que é conhecida como Rodovia Campinas-Paulínia. Serão três acessos construídos pela concessionária Rota das Bandeiras. “Para Paulínia essas transposições são muito importantes para desafogar o trânsito, em especial do bairro João Aranha.” A obra deve começar neste ano e terminar em 24 meses.

Mudança de rota
Em reunião de diretório estadual no sábado, o PCdoB decidiu fechar apoio à candidatura ao Palácio dos Bandeirantes do hoje vice-governador Márcio França (PSB). O anúncio oficial está previsto para hoje. O PCdoB, em São Paulo capitaneado por Orlando Silva, tradicionalmente caminha com o PT nas eleições estaduais. Com isso, fica cada vez mais restrito o leque de aliados do futuro candidato petista ao governo estadual.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;