Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 2 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Fim de cena para o eterno galã

Oswaldo Loureiro esteve no elenco de grandes clássicos; velório e cremação foram em São Bernardo


Vinícius Castelli

04/02/2018 | 07:00


 Quem assistiu a novelas como Roque Santeiro (1985) e Que Rei Sou Eu? (1989), para citar apenas algumas, certamente se lembra do ator Oswaldo Loureiro. O artista e diretor carioca morreu na madrugada de ontem, em São Paulo, aos 85 anos, vítima de uma parada cardíaca. Casado com Madalena Loureiro, ele deixa filhos e netos.

O velório contou com as presenças de pouco mais de 50 pessoas, entre amigos e parentes, e aconteceu no Cemitério Jardim da Colina, em São Bernardo – por causa da proximidade com hospital da Capital, onde estava sendo cuidado. O corpo foi cremado por volta das 17h. “Ele já não estava bem, estava internado e também tinha certa idade”, explicou ao Diário a neta do artista, Carolina Loureiro.

Nascido em 1932, o ator, que sofria de Alzheimer, estava longe das atividades artísticas desde 2011. Ao longo da carreira, Oswaldo participou de trabalhos no teatro, televisão e cinema. Nos palcos, começou nos anos 1950 e atuou em mais de 140 peças no total. Vestido de Noiva, encenada nos anos 1950, de Nelson Rodrigues, é um dos destaques de sua carreira extensa.

Para as telonas deixou legado significativo também. Entre os longas que participou – foram mais de 30 – estão O Beijo no Asfalto (1981), Se Segura, Malandro! (1978), O Homem Nu (1968) e Manaus, Glória de uma Época (1963). Mas sua estreia foi em O Brasileiro João de Souza, de 1943.

Nas telinhas foram mais de 35 novelas, fora os seriados e telefilmes. Entre as mais famosas estão Que Rei Sou Eu?, em que vivia Gaston Marny, o conselheiro das armas da rainha, e Roque Santeiro, onde era Aparício Limeira (Navalhada). Seu último trabalho em novela foi em 2005, quando interpretou o personagem Boaventura, um deputado, em A Lua Me Disse. Ele está no ar atualmente no Vale A Pena Ver de Novo, em Celebridade (2003), da Globo. (com agências)



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;