Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

dmais@dgabc.com.br | 4435-8396

All Star: o jovem centenário


Miriam Gimenes
Do Diário do Grande ABC

06/07/2008 | 07:05


É difícil imaginar que um acessório centenário ainda possa estar na moda. Mas basta observar os pés de estudantes na porta da escola ou em uma balada para ter a certeza de que um simples tênis de lona, o Converse All Star, cuja marca completa 100 anos, conquistou o mundo. E ao que tudo indica, pretende ficar no mercado por muito tempo.

Para o gerente de marketing da Converse, Ricardo Mohr, o sucesso do calçado se deve ao fato de poder ser usado por qualquer faixa etária, sem restrições. "É um tênis que não tem perfil, tanto pode ser usado por um roqueiro, quanto por qualquer outra tribo. Por isso, virou um ícone mundial."

Os preços, segundo o especialista, também ajudam no momento da venda. O mais barato nas lojas, segundo ele, custa cerca de R$ 60. "Já os mais incrementados, de couro ou enfeitados, podem chegar a R$ 200."

Para o historiador de moda João Braga, esta é a principal característica da Converse que permite que a marca se mantenha firme e crescente no mercado. "Tem as opções que vão se sustentando. Tem de acompanhar o ar dos tempos."

MODA - Nomes mundiais foram os primeiros precursores do modelo. Entre um dos principais usuários, está o roqueiro Kurt Cobain, vocalista do Nirvana, morto em 1994, conhecido por adotar o estilo grunge (nas roupas e na música).

Estilistas como Marcelo Sommer, da grife Do Estilista, também adotaram por diversas vezes o tênis ao lançar suas coleções.

ÍCONES DA MARCA - Para comemorar esta data histórica, a Converse está lançando a campanha Connectivity em 75 países. Como divulgadores da marca, foram convidados nomes conhecidos mundialmente e que se tornaram ícones, principalmente os que iniciaram os movimentos punk, grunge e rock'n'roll.

O único brasileiro que figura na lista é o cantor e hoje apresentador, Lobão. "Fiquei muito lisonjeado, principalmente por saber que foi uma triagem feita pela diretoria norte-americana da marca, que tinha como critério uma pessoa de atitude."

Lobão conta que, desde criança, já usa este calçado. "Ele é o tipo de tênis símbolo no rock, um clássico. E o mais legal de tudo isso é que, mesmo com todas as mudanças que os modelos passaram, é fácil identificar um All Star."

NOMEADOS - Também estão na campanha o rebelde James Dean, o jornalista Gonzo, Hunter S. Thompson, o Sex Pistols e o ídolo punk, Sid Vicious.

Entre os mais atuais estão o guitarrista do Green Day, Billie Joe Armstrong, o happer e ator Common, premiado no Grammy; a feminina rocker Joan Jett, a estrela da música urbana MIA, o jogador e atleta Dwyane Wade, e a cantora Karen O., do Yeah Yeah Yeah 's.

A Converse também homenageia o jogador de basquete Chuck Taylor, o maior divulgador da marca. A idéia é difundir não só estes nomes, mas também os novos modelos da linha comemorativa Century.

NASCE O SUCESSO - Foi no ano de 1908 que Marquis M. Converse abriu a porta de sua empresa de calçados em Massachusetts, Estados Unidos, e deu o pontapé inicial ao que se tornaria um dos maiores ícones da moda mundial.

Mas foi só em 1917 que o empresário lançou a primeira linha de esportivos com o até hoje conhecido Converse All Star.

Segundo o historiador de moda João Braga, o modelo surgiu como uma tentativa de imposição da moda norte-americana no mundo. "Mas ela só foi aceita mesmo após a Segunda Guerra Mundial (que terminou em 1945)."

O difusor do tênis foi o jogador de basquete Chuck Taylor. Foi ele quem mudou o solado para criar mais tração e colocou apoio no calcanhar, o que conquistou os amantes do esporte. Sua idéia foi lançada oficialmente em 1923.

Só na década de 1960, a marca criou o modelo de cano baixo e adotou outros materiais, como o couro. "Ele começou a sair do mundo esportivo, entrou no universo da escola e virou uma identidade", diz Braga.

Com força, o tênis ganhou não só filmes de Hollywood, como todo o mundo. No Brasil, o famoso musical West Side Story, que estreou neste ano, apresentou alguns dos seus participantes com pares diferentes do calçado.

CURIOSIDADES

- Mais de 1 bilhão de pares All Star Chuck Taylor foram vendidos em 144 países desde sua estréia em 1923.

- Até 1955, cerca de 100 milhões de espectadores assistiam aos jogos da NBA e o All Star Chuck Taylor tornara-se o calçado número 1 na América.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;