Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 19 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Preço da carne e do frango deve subir


Verônica Lima
Do Diário do Grande ABC

03/08/2007 | 07:16


Ao invés do leite e do pãozinho francês – itens que até a semana passada apresentaram preços amargos –, os consumidores do Grande ABC precisam ficar atentos ao custo da carne bovina e de frango na próxima semana.

Os açougueiros da região alegam que os fornecedores estão comercializando a peça do boi até 20% mais cara e do frango quase 15% maior, com a justificativa de que os criadores não estão abatendo os animais.

Apesar disso, os açougues afirmam que até agora não repassaram os preços salgados para o consumidor final. “Ainda não aumentei. Mas se na próxima semana o valor continuar subindo, possivelmente a carne de primeira passará de R$ 10 para R$ 12 e a de segunda custará R$ 6,50 ao invés de R$ 5,80”, garante a proprietária do açougue Cadicar, em São Bernardo, Marlene Farias José.

Aparentemente o acréscimo pode parecer pouco, mas afetará o orçamento das famílias das sete cidades já que a carne bovina é responsável por 13,2% dos gastos com alimentação domiciliar, atrás em importância somente do leite, segundo o IEA (Instituto de Economia Agrícola).

Assim, por se tratar de um alimento nobre e indispensável na mesa dos consumidores, as variações de preços são significativas, principalmente para aqueles de baixa renda.

Boa Notícia - Já nesta semana, os valores verificados do leite e do pão apresentaram, respectivamente, queda de 0,79% e 1,06%.

“Após 14 semanas de altas consecutivas, os preços médios do leite recuaram. E a queda de preços dos pães só pode ser a estratégia de alguns mercados para atrair o consumidor, uma vez que a oferta de matéria-prima segue restrita”, concluí Fábio Vezzá De Benedetto, engenheiro da Craisa.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Preço da carne e do frango deve subir

Verônica Lima
Do Diário do Grande ABC

03/08/2007 | 07:16


Ao invés do leite e do pãozinho francês – itens que até a semana passada apresentaram preços amargos –, os consumidores do Grande ABC precisam ficar atentos ao custo da carne bovina e de frango na próxima semana.

Os açougueiros da região alegam que os fornecedores estão comercializando a peça do boi até 20% mais cara e do frango quase 15% maior, com a justificativa de que os criadores não estão abatendo os animais.

Apesar disso, os açougues afirmam que até agora não repassaram os preços salgados para o consumidor final. “Ainda não aumentei. Mas se na próxima semana o valor continuar subindo, possivelmente a carne de primeira passará de R$ 10 para R$ 12 e a de segunda custará R$ 6,50 ao invés de R$ 5,80”, garante a proprietária do açougue Cadicar, em São Bernardo, Marlene Farias José.

Aparentemente o acréscimo pode parecer pouco, mas afetará o orçamento das famílias das sete cidades já que a carne bovina é responsável por 13,2% dos gastos com alimentação domiciliar, atrás em importância somente do leite, segundo o IEA (Instituto de Economia Agrícola).

Assim, por se tratar de um alimento nobre e indispensável na mesa dos consumidores, as variações de preços são significativas, principalmente para aqueles de baixa renda.

Boa Notícia - Já nesta semana, os valores verificados do leite e do pão apresentaram, respectivamente, queda de 0,79% e 1,06%.

“Após 14 semanas de altas consecutivas, os preços médios do leite recuaram. E a queda de preços dos pães só pode ser a estratégia de alguns mercados para atrair o consumidor, uma vez que a oferta de matéria-prima segue restrita”, concluí Fábio Vezzá De Benedetto, engenheiro da Craisa.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;