Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 7 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Governador de SC ironiza ideia de separar Sul do restante do País



06/10/2016 | 13:38


Após reunião com o presidente Michel Temer, o governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, reagiu com ironia e disse nesta quinta-feira, 6, ser contra a iniciativa de separar os três Estados do Sul do resto do Brasil. No último sábado, a maioria dos cidadãos que participaram de um plebiscito informal realizado na região se mostraram favoráveis à ideia.

"Eu sou brasileiro, quero o Brasil unido e forte. Eu não defendo isso, acho que nós temos que unir e superar as nossas dificuldades, não separar e achar culpados", afirmou Colombo.

Ele esteve em Brasília nesta quinta-feira e se reuniu com Temer e outros governadores para falar sobre a reforma da Previdência.

De acordo com o resultado divulgado pela comissão organizadora do plebiscito informal, o Plebisul, 95,74% dos 616.917 votantes disseram "sim" para a ideia de criar um novo país. O Rio Grande do Sul teve o maior número de participantes, 320.280, e a maior porcentagem de pessoas favoráveis à separação: 97,21%.

Uma das principais justificativas do grupo para propor a separação é que os Estados do Sul são mais ricos e levam desvantagem no pacto federativo. Eles não concordam com a proporção de impostos arrecadada pela União nem com o retorno recebido pelos Estados e municípios na forma de investimento direto.

O projeto de separar os três Estados e criar um novo País não é admitido pela Constituição Federal. O primeiro artigo estabelece que a República Federativa do Brasil é formada pela "união indissolúvel" dos Estados, dos Municípios e do Distrito Federal.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;