Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Studio SP abriga festival de rock latino


Ângela Corrêa
Do Diário do Grande ABC

18/01/2011 | 07:00


Um bem-vindo panorama da cena portenha se desenha hoje no Studio SP, casa de shows localizada na efervescente região conhecida como Baixo Augusta, em São Paulo. A banda Morbo y Mambo, nascida na capital argentina, divide o palco com o músico Curumin, que é uma das atrações fixas do lugar. Trata-se do AeroRock (Festival Internacional de Indie Rock Latino), uma espécie de intercâmbio que tem como bases, além do Studio SP, o Teatro Odisseia, no Rio, e o Sitio Plasma, em Buenos Aires.

Não por acaso, os bares brasileiros fazem parte do movimento Casas Associadas, uma união entre cerca de 20 estabelecimentos do tipo em todo o País.
 
O Sitio Plasma também se assemelha aos colegas brasileiros quando se trata de propor a organização dos clubes alternativos localizados em Buenos Aires.

LINHAGEM
De certa forma, a banda Morbo y Mambo e Curumin se assemelham. Ambos não se prendem a gêneros na hora de produzir o próprio som.

A banda argentina, criada em Mar del Plata, mistura rock n roll, afrobeat e uma boa dosasem de jazz. A primeira incursão da banda pelos estúdios foi no EP "Das Papier", gravado em 2009.

Já Curumin, ou Luciano Nakata Albuquerque, garoto de família meio japonesa, meio espanhola, aprendeu a se virar entre os instrumentos da melhor maneira - desde as panelas, que substituíam a bateria, até teclado, que aprendeu a tocar sozinho.

Mesmo depois de 2003, ano em que começou a apostar em sua carreira solo com o disco "Achados e Perdidos", Curumin integrou bandas das cantoras Paula Lima, Vanessa da Mata e CéU, além do compositor Arnaldo Antunes.

AeroRock (Festival Internacional de Indie Rock Latino) - Morbo y Mambo (Buenos Aires) e Curumin (São Paulo). Hoje, com abertura da casa às 23h (show previsto para 1h).Ingr.: R$ 15 (com nome na lista) a R$ 25. Informações: www.studiosp.org e pelo telefone: 3129-7040.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;