Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Trabalho para os Zanettis do futuro

Algumas semanas atrás, o secretário de Esporte e Turismo de São Caetano, Severo Neto (PSB), comentou sobre o período de treinamento que o ginasta Arthur Zanetti,


Do Diário do Grande ABC

07/04/2015 | 07:00


Algumas semanas atrás, o secretário de Esporte e Turismo de São Caetano, Severo Neto (PSB), comentou sobre o período de treinamento que o ginasta Arthur Zanetti, contratado da cidade, faria no Rio de Janeiro com a Seleção brasileira. Na capital fluminense ele terá melhor infraestrutura e melhores condições de aperfeiçoar seus movimentos. No clube Santa Maria, de São Caetano, onde ele treina, o trabalho fica restrito. A Prefeitura construirá o Centro de Referência em Ginástica Artística, com apoio do governo federal, mas vai demorar para ser inaugurado. “Se ele acha que é melhor ir para lá, não tem problema nenhum. As portas daqui estarão abertas”, disse o socialista, na ocasião. A declaração soou como desnecessária, já que o atleta é pago pelo município e leva o nome da cidade para fora do País. É um esportista que desde criança representa São Caetano. Há de se ressaltar que, ao menos, o secretário reconheceu que o ginásio local deixa a desejar. Curioso é que semana passada Zanetti esteve no Palácio da Cerâmica para receber homenagem em alusão à medalha de ouro que conquistou nas argolas na Copa do Mundo da Alemanha e outras conquistas recentes da carreira. Quem fez questão de posar para fotos ao lado do atleta e obter dividendos políticos? Sim, Severo Neto. Não é só deixar as portas abertas para o atleta retornar de seu período de treinos fora da cidade. É incentivá-lo a ir cada vez mais longe. É trabalhar para que ele continue sendo referência e exemplo para os Zanettis do futuro. Sem melindres.

Extraordinária
Após a sessão ordinária de hoje na Câmara de São Caetano vai haver uma plenária extraordinária. Em todos os sentidos. Especialmente para o parlamentar Meia do Açougue (PSDB). Na pauta estará projeto único, de sua autoria, que cria o Dia da Vigilância Sanitária. Será a última sessão do tucano, que é segundo suplente. Titular, Beto Visdoski (PSDB) retorna.

Inócuo?
Grupo de presidentes das Câmaras da região decidiu ontem: os vereadores Marcelo Oliveira (PT-Mauá) e Eduardo Leite (PT-Santo André) vão representar os legislativos no Consórcio Intermunicipal. Mas serão meros conselheiros consultivos. A ideia de os parlamentares terem direito a voto nas decisões do colegiado é utopia. Muito em razão da desorganização dos próprios vereadores, que não se entendem ou que não se empenham para essa representação no clube de prefeitos ocorrer de fato.

Cadê a oposição?
Gravíssimo o caso da greve das merendeiras terceirizadas de São Bernardo, por falta de pagamento da empresa ERJ, contratada para fornecer mão de obra. A companhia já recebeu da Prefeitura R$ 5,2 milhões. E cadê a oposição para brigar pelas profissionais e pela alimentação das crianças? Até agora, só os vereadores Julinho Fuzari (PPS) e Marcelo Lima (PPS) abraçaram a causa.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;