Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 11 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Pode segurar o xixi?


Tauana Marin
Do Diário do Grande ABC

01/02/2015 | 07:00


 Sentir vontade de fazer xixi e ficar segurando não faz bem para a saúde. A urina serve para eliminar as toxinas (substâncias que prejudicam o organismo). Quanto mais tempo ela fica parada na uretra (canal por onde passa o xixi), mais acumula bactérias que podem causar infecções e dar febre e dores. Se isso acontecer, tem de procurar o médico e fazer tratamento com medicamentos. Além disso, segurar a urina faz sentir dor no abdômen.

A urina é composta principalmente de água e possui também cloreto de sódio (sal), ureia (sobra das proteínas) e ácido úrico (formado naturalmente pelo organismo; em excesso prejudica a saúde).

FIQUE DE OLHO -  Uma maneira de saber se está tomando a quantidade ideal de água é observar a cor do xixi. Quanto mais líquido tiver no organismo, mais clarinha a urina será e mais vezes precisaremos ir ao banheiro. Se estiver escuro e com cheiro forte é porque tem concentração de substâncias. Significa que é preciso tomar mais água. Se sentir arder ao fazer xixi, procure o médico.

A cor também pode mudar de acordo com o tipo de alimentação, ingestão de medicamentos e até doenças. Comer muita beterraba, por exemplo, pode deixar rosado. Já a cenoura e a abóbora tornam laranja. Remédios podem deixar amarelo-escuro e até esverdeado.
 
Qual é o caminho que a urina faz?
 
O líquido que bebemos percorre um longo caminho pelo nosso corpo até ser totalmente eliminado. A água, por exemplo, passa pelo esôfago (canal que leva o alimento ao estômago), segue para o intestino e cai na corrente sanguínea até chegar aos dois rins (eles têm o formato de feijões, mas são bem maiores).

Esses órgãos filtram o sangue, separando o excesso de água e as substâncias que não são úteis ao organismo. Assim, formam a urina. Depois, esse líquido segue para a bexiga, onde é armazenada. Ao ficar cheia, sentimos vontade de ir ao banheiro. Então, ela passa pelo canal (chamado uretra) e sai do nosso corpo pela vagina, no caso das meninas, ou pelo pênis, no caso dos meninos.
 
Em geral, é preciso beber cerca de 2 litros de água por dia. Se fizermos isso, será natural ir ao banheiro entre seis e sete vezes. 
  
Ingerir bastante líquido, como sucos, e alimentos com grande quantidade de água, como as frutas, é maneira de prevenir infecções.
 
Pergunta feita pelo: Leandro Barbosa Martins, 8 anos, de Diadema, costuma segurar o xixi quando está fazendo algo que gosta. “Se estou assistindo a um programa na TV, espero o intervalo para ir ao banheiro”, afirmou o garoto, que tem dúvida se está fazendo a coisa certa ou não.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Pode segurar o xixi?

Tauana Marin
Do Diário do Grande ABC

01/02/2015 | 07:00


 Sentir vontade de fazer xixi e ficar segurando não faz bem para a saúde. A urina serve para eliminar as toxinas (substâncias que prejudicam o organismo). Quanto mais tempo ela fica parada na uretra (canal por onde passa o xixi), mais acumula bactérias que podem causar infecções e dar febre e dores. Se isso acontecer, tem de procurar o médico e fazer tratamento com medicamentos. Além disso, segurar a urina faz sentir dor no abdômen.

A urina é composta principalmente de água e possui também cloreto de sódio (sal), ureia (sobra das proteínas) e ácido úrico (formado naturalmente pelo organismo; em excesso prejudica a saúde).

FIQUE DE OLHO -  Uma maneira de saber se está tomando a quantidade ideal de água é observar a cor do xixi. Quanto mais líquido tiver no organismo, mais clarinha a urina será e mais vezes precisaremos ir ao banheiro. Se estiver escuro e com cheiro forte é porque tem concentração de substâncias. Significa que é preciso tomar mais água. Se sentir arder ao fazer xixi, procure o médico.

A cor também pode mudar de acordo com o tipo de alimentação, ingestão de medicamentos e até doenças. Comer muita beterraba, por exemplo, pode deixar rosado. Já a cenoura e a abóbora tornam laranja. Remédios podem deixar amarelo-escuro e até esverdeado.
 
Qual é o caminho que a urina faz?
 
O líquido que bebemos percorre um longo caminho pelo nosso corpo até ser totalmente eliminado. A água, por exemplo, passa pelo esôfago (canal que leva o alimento ao estômago), segue para o intestino e cai na corrente sanguínea até chegar aos dois rins (eles têm o formato de feijões, mas são bem maiores).

Esses órgãos filtram o sangue, separando o excesso de água e as substâncias que não são úteis ao organismo. Assim, formam a urina. Depois, esse líquido segue para a bexiga, onde é armazenada. Ao ficar cheia, sentimos vontade de ir ao banheiro. Então, ela passa pelo canal (chamado uretra) e sai do nosso corpo pela vagina, no caso das meninas, ou pelo pênis, no caso dos meninos.
 
Em geral, é preciso beber cerca de 2 litros de água por dia. Se fizermos isso, será natural ir ao banheiro entre seis e sete vezes. 
  
Ingerir bastante líquido, como sucos, e alimentos com grande quantidade de água, como as frutas, é maneira de prevenir infecções.
 
Pergunta feita pelo: Leandro Barbosa Martins, 8 anos, de Diadema, costuma segurar o xixi quando está fazendo algo que gosta. “Se estou assistindo a um programa na TV, espero o intervalo para ir ao banheiro”, afirmou o garoto, que tem dúvida se está fazendo a coisa certa ou não.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;