Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

São Caetano vai entregar amanhã a terceira etapa de ciclofaixa de lazer à população

Perímetro destinado aos ciclistas soma 16,5 km; usuários pedem que espaço seja permanente


Bia Moço
Do Diário do Grande ABC

06/04/2019 | 07:00


A Prefeitura de São Caetano inaugura amanhã, às 10h, a terceira e última fase da ciclofaixa de lazer – trajeto entre as avenidas Goiás, passando pela Guido Aliberti e terminando na Nelson Braido – com 2,9 quilômetros de extensão. A etapa conclui o perímetro voltado aos ciclistas da cidade, que soma 16,5 quilômetros.

O novo trecho interliga a ciclofaixa já existente na Avenida Tijucussu e também a ciclovia da Avenida Presidente Kennedy, ambas inauguradas em 2011.

A etapa final se somará também aos trechos já existentes entre as avenidas Presidente Kennedy e Goiás, e entre as avenidas Fernando Simonsen (até a Rua Amazonas) e Nelson Braido.

Embora o desenho seja fixo, a ciclofaixa funciona somente aos domingos, das 8h às 16h. Os trechos, delineados no asfalto em cor vermelha ocupam trecho da pista convencional para veículos.

O gerenciamento da atividade fica a cargo da Semob (Secretaria de Mobilidade Urbana). A primeira e segunda etapas demandam desembolso de R$ 5.000 e R$ 2.000 por domingo, respectivamente, no que diz respeito a serviço operacional. O investimento total está avaliado em R$ 170 mil.

Para o prefeito José Auricchio Júnior (PSDB), a ciclofaixa não serve apenas como lazer, mas também é forma de incentivo ao modal sustentável. “Estamos desenvolvendo projetos arquitetônicos, urbanísticos, e até mesmo com financiamento internacional, de produzir grande malha de ciclovias.”

Uma quarta fase do projeto está em estudo. Consiste em plano de ciclovia independente, que ligaria São Caetano ao município andreense. Prazos não foram detalhados.

Embora a população comemore o investimento, há o pedido para que a administração destine o espaço aos ciclistas de forma permanente, mesmo somente nos horários de pico, entre 6h e 8h, e das 17h às 19h.

O empresário Jalmei Padi, 41, morador do município há um ano, utiliza a bicicleta para treinar todas as noites e aos fins de semana. “Acho importante a Prefeitura investir neste espaço e dar oportunidade ao bikers de ter local destinado ao treino e à população para passeio. Seria melhor ainda se estivesse em funcionamento todos os dias.”

O colorista Fabiano Lopes, 31, morador do Heliópolis, na Capital, trabalha no bairro Cerâmica, em São Caetano. Como a bicicleta é seu meio de transporte, acredita que a ciclofaixa teria de estar aberta pelo menos em horários de pico. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;