Fechar
Publicidade

Domingo, 25 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

FPF divulga tabela detalhada do início da Série A-1 estadual

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

São Caetano ganha mais cinco dias para estrear com adiamento do jogo contra o Palmeiras; Santo André mandará jogos na Capital


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

16/02/2021 | 00:01


A FPF (Federação Paulista de Futebol) divulgou ontem o detalhamento da tabela das cinco primeiras rodadas do Paulistão. Desta maneira, apresentou a Santo André e São Caetano locais, datas e horários dos compromissos iniciais pela competição. O Ramalhão vai estrear contra o Santos, no dia 28 e, apesar de ser mandante, jogará na Capital (possivelmente no Estádio do Canindé), em razão das obras não terminadas no Bruno Daniel. Já o Azulão ganhou cinco dias a mais de preparação, já que a partida diante do Palmeiras, inicialmente marcada para o mesmo dia 28, passou para 11 de março, porque o Verdão disputará nesta data a ida da final da Copa do Brasil, contra o Grêmio. Assim, o primeiro compromisso são-caetanense será no dia 3 de março, no Anacleto Campanella, em desafio ao Red Bull Bragantino.

“Acabou nos ajudando, sim. Como saímos atrás (na preparação), é importante ter esses dias a mais. Na balança, ficou melhor”, declarou o técnico do São Caetano, Wilson Júnior, citando o fato de o Azulão ter reunido o elenco depois dos adversários do Estadual como situação que o coloca em desvantagem no tempo de treino.

O fato de não poder contar com sua casa – que só deverá ficar pronta em abril – vai fazer com que o Santo André mande o clássico diante do São Caetano, pela terceira rodada, e receba o São Bento, pela quinta jornada, ambos na Capital. Todos estes e demais jogos andreenses como mandante até o fim da primeira fase deverão ser no Canindé.

“O que fica bem claro é que vamos ter um início de competição bem difícil. Pelo fato de fazermos cinco jogos fora de casa e pelos adversários, a competição se torna ainda mais difícil para nós. Pelo fato de não termos a possibilidade e a condição de jogar em casa, cria-se dificuldade bem maior para o Santo André. Isso mexe com o psicológico e emocional tanto da nossa equipe quanto dos adversários”, lamentou o técnico do Ramalhão, Paulo Roberto. “Continuo esperando e achando que algo aconteça e possamos jogar depois dessas partidas no Bruno Daniel”, completou o treinador. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;