Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 10 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Santo André investe
R$ 10,8 mi em escola

Denis Maciel/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Prefeitura dá prazo de dois anos para concluir
a construção de unidade no Sítio dos Vianas


Natália Fernandjes
Do Diário do Grande ABC

26/07/2014 | 07:00


A Prefeitura de Santo André finalizou processo licitatório para início das obras de construção de Emeief (Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental) localizada no Sítio dos Vianas. A empresa contratada, Pilão Engenharia e Construções Ltda, receberá R$ 10,8 milhões para erguer a unidade na Estrada Caminho dos Vianas.

A expectativa do secretário de Educação da cidade, Gilmar Silvério, é de que as obras fiquem prontas no prazo de até dois anos. Ao fim dos trabalhos, a unidade beneficiará 1.140 estudantes da Educação Infantil e Ensino Fundamental, com idade entre 4 e 10 anos, além de 360 alunos da EJA (Educação de Jovens e Adultos).

O investimento, segundo Silvério, é alto porque se trata de unidade que terá função de Cesa (Centro Educacional de Santo André), com reunião de escola para a Educação Infantil, Ensino Fundamental e EJA e opção de espaço para realização de atividades de lazer, esportes e entretenimento para moradores do entorno, caracterizado como área periférica e carente. “Teremos salas multiuso e nossa ideia é oferecer opções de lazer à comunidade”, comenta.

O espaço de 4.000 m² terá 19 salas de aula, dois espaços multiuso com entrada independente no térreo e um no andar superior. Também haverá local específico para aulas de informática, sala de recursos e biblioteca, além de sanitários, cozinha e refeitório.

PROJETO

A obra faz parte do Programa Educar para Desenvolver, que prevê a criação de 3.190 vagas para alunos de zero a 5 anos. Para isso, está prevista a construção de 16 unidades de ensino até dezembro de 2015. A meta é zerar o deficit e ter vagas reservas para comportar o crescimento populacional do período.

A cidade tem atualmente fila de espera de 500 vagas para crianças com 4 anos e oferece atendimento total para os demais estudantes da pré-escola (com 5 anos). A maior demanda, entretanto, está entre crianças com idade entre zero e 3 anos: são cerca de 1.959 aguardam oportunidade para estudar.

O município conta com 11 Cesas, sendo que o último inaugurado foi o do Parque Andreense, em março. A unidade, localizada em área de manancial, demorou seis anos para sair do papel, ao custo total de R$ 12 milhões. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Santo André investe
R$ 10,8 mi em escola

Prefeitura dá prazo de dois anos para concluir
a construção de unidade no Sítio dos Vianas

Natália Fernandjes
Do Diário do Grande ABC

26/07/2014 | 07:00


A Prefeitura de Santo André finalizou processo licitatório para início das obras de construção de Emeief (Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental) localizada no Sítio dos Vianas. A empresa contratada, Pilão Engenharia e Construções Ltda, receberá R$ 10,8 milhões para erguer a unidade na Estrada Caminho dos Vianas.

A expectativa do secretário de Educação da cidade, Gilmar Silvério, é de que as obras fiquem prontas no prazo de até dois anos. Ao fim dos trabalhos, a unidade beneficiará 1.140 estudantes da Educação Infantil e Ensino Fundamental, com idade entre 4 e 10 anos, além de 360 alunos da EJA (Educação de Jovens e Adultos).

O investimento, segundo Silvério, é alto porque se trata de unidade que terá função de Cesa (Centro Educacional de Santo André), com reunião de escola para a Educação Infantil, Ensino Fundamental e EJA e opção de espaço para realização de atividades de lazer, esportes e entretenimento para moradores do entorno, caracterizado como área periférica e carente. “Teremos salas multiuso e nossa ideia é oferecer opções de lazer à comunidade”, comenta.

O espaço de 4.000 m² terá 19 salas de aula, dois espaços multiuso com entrada independente no térreo e um no andar superior. Também haverá local específico para aulas de informática, sala de recursos e biblioteca, além de sanitários, cozinha e refeitório.

PROJETO

A obra faz parte do Programa Educar para Desenvolver, que prevê a criação de 3.190 vagas para alunos de zero a 5 anos. Para isso, está prevista a construção de 16 unidades de ensino até dezembro de 2015. A meta é zerar o deficit e ter vagas reservas para comportar o crescimento populacional do período.

A cidade tem atualmente fila de espera de 500 vagas para crianças com 4 anos e oferece atendimento total para os demais estudantes da pré-escola (com 5 anos). A maior demanda, entretanto, está entre crianças com idade entre zero e 3 anos: são cerca de 1.959 aguardam oportunidade para estudar.

O município conta com 11 Cesas, sendo que o último inaugurado foi o do Parque Andreense, em março. A unidade, localizada em área de manancial, demorou seis anos para sair do papel, ao custo total de R$ 12 milhões. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;