Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 27 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Campus da UFABC em
Mauá emperra no MEC

Haddad havia prometido fechar negócio até o fim de
2011, mas até agora a compra do espaço não foi realizada


Angela Martins
Do Diário do Grande ABC

10/03/2012 | 07:00


Ainda está em processo de avaliação a compra do terreno para construção do campus da UFABC (Universidade Federal do ABC) em Mauá. A saída de Fernando Haddad do comando do MEC (Ministério da Educação) para a entrada de Aloizio Mercadante teria atrasado a conclusão do processo de compra da área de 130 mil metros quadrados, localizada no Parque São Vicente, e que pertence ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Haddad havia prometido fechar negócio até o fim de 2011, mas até agora a compra do espaço, que está dividido em duas áreas, não foi realizada. De acordo com o INSS, a UFABC enviou comunicado, em 17 de janeiro, de que estava encaminhando a solicitação de compra do terreno para o Ministério da Educação, a fim de verificar a disponibilidade de verba. A universidade confirma que o reitor sinalizou positivamente para o MEC quanto ao interesse pelo terreno.

A UFABC afirma que o "MEC vem demonstrando interesse por essa aquisição. Porém a compra do terreno do INSS envolve questões burocráticas que demandam tempo para sua concretização. Nesse momento, sabe-se que o MEC está em processo de avaliação do terreno."

Inicialmente, a UFABC contestou os valores das duas áreas propostos pelo INSS. O instituto, então, solicitou à Caixa Econômica Federal a reavaliação do preço. A Caixa refez os cálculos e fixou o montante em, no mínimo, R$ 42,6 milhões - o pedido inicial era de R$ 50,2 milhões. A primeira área, de 63,3 mil metros quadrados, foi avaliada em R$ 20,7 milhões e a segunda, com 67,3 mil metros quadrados, teve o valor recalculado para R$ 21,9 milhões.

Em 26 de setembro de 2011, o INSS enviou ofício à UFABC informando o resultado da reavaliação e as possíveis formas de pagamento. O documento propôs aquisição à vista ou em 48 parcelas, com 10% de entrada. O INSS aguarda manifestação da universidade.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;