Fechar
Publicidade

Domingo, 26 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Sto.André está atento à arbitragem em Salvador


Analy Cristofani
Do Diário do Grande ABC

02/09/2005 | 08:19


A maior preocupação do Santo André para a partida de sábado, diante do Bahia, na Fonte Nova, em Salvador, ultrapassa a pressão que a equipe vai sofrer diante do estádio lotado para salvar a equipe baiana do rebaixamento para a Série C do Campeonato Brasileiro. O Ramalhão sabe que a arbitragem pode ser fundamental neste jogo e, assim, pode até tirar do time do Grande ABC a oportunidade de lutar pelo primeiro lugar na última rodada, quando recebe o Santa Cruz, atual líder, que tem três pontos a mais na tabela. A Confederação Brasileira de Futebol designou, para este jogo, a arbitragem do carioca Willian Marcelo Souza Neri.

Os jogadores são cautelosos ao falar no assunto, embora reconheçam que terão de ter atenção redobrada. O que dá uma certa tranqüilidade é o fato de a partida ser transmitida ao vivo para todo o Brasil pela Rede TV!. “Se não fosse o jogo da TV, teríamos uma preocupação maior. Mas agora os árbitros estão com medo do gancho (serem punidos) e isso nos deixa mais tranqüilos”, disse o zagueiro Diego Padilha.

O volante Ramalho reconhece que a situação é complicada. “No ano passado, na partida em que fizemos lá, a arbitragem pesou um pouco no resultado. Jogamos com um a menos desde o primeiro tempo, mas acabamos conseguindo o empate. Tem de ficar esperto”, disse o jogador”.

O diretor de Futebol, Sérgio do Prado, no entanto, prefere tirar a pressão de cima do grupo neste momento, mais delicado para o adversário do que para o próprio Santo André. Por este motivo, o time do Grande ABC tem de entrar em campo apenas pensando em fazer a sua parte e ir em busca dos três pontos, sem se preocupar com a situação do adversário. “Não temos preocupação nenhuma com a arbitragem. É um jogo que vai para o Brasil todo. Vamos entrar na Fonte Nova e jogar bola. Mesmo porquê, já fizemos a nossa parte”, disse, referindo-se ao fato de a equipe já estar classificada para a próxima fase da competição.

Quinta-feira à tarde, no Bruno Daniel, o técnico Sérgio Soares fez o último coletivo da equipe e praticamente definiu o time que vai encarar o Bahia. Na zaga, Valdomiro, que chegou no clube neste Campeonato Brasileiro e veio do tricolor baiano. O jogador está acostumado com a pressão que é jogar na Fonte Nova lotada. Mas isso pode ser encarado como um fator positivo, já que a torcida pode se voltar contra os próprios donos da casa se, no decorrer do jogo, o time não conseguir a vitória que o livre do rebaixamento.

Nesta sexta-feira à tarde, já em Salvador, o Santo André faz um trabalho recreativo no estádio Barradão, do arquiinimigo Vitória. “É mais para não ficar parado mesmo, já que vamos viajar pela manhã e teríamos a tarde livre na cidade”, explica Sérgio do Prado, que não se preocupa com a pressão. “O Barradão é meio afastado, acho que não vamos ter problema nenhum”.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;