Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Febre amarela é alerta para viajantes


Luciana Yamashita
Especial para o Diário

10/01/2008 | 07:03


Os três casos de morte por suspeita de febre amarela ocorridos na última semana no País deixaram o alerta para quem viaja para áreas consideradas de risco. Não há registros da doença no Grande ABC e, em São Paulo, os últimos dois casos ocorreram em 2000. Mas a preocupação se espalhou.

Dois homens morreram em Brasília com sintomas da doença. Há também o registro de outro falecimento possivelmente provocado pela febre amarela, em Goiás.

A vacina contra a doença é gratuita e deve ser tomada 10 dias antes de se viajar para áreas de risco (veja relação de postos ao lado). Esse é o tempo necessário para que o organismo adquira os anticorpos.

Nas rodoviárias da região, não há postos de vacinação. Em São Paulo, os terminais Barra Funda e Tietê mantêm o serviço. O professor Arnaldo Carreto, 32 anos, morador do Grande ABC, vai para Minas Gerais. “É bom prevenir e ter cuidado. Vou procurar um posto de saúde”, disse.

A febre amarela é uma doença causada por vírus e transmitida através da picada do mosquito Aedes aegypti, o mesmo da dengue. É de alta letalidade e ataca o fígado e o rim. Em 2007, dos seis casos registrados, cinco resultaram em morte. Geralmente, a transmissão ocorre em regiões de matas. Desde 1942, não há registros em zonas urbanas.

BRASIL

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, afirmou ontem que a possibilidade de epidemia de febre amarela está descartada no Brasil. E que o Ministério tem capacidade para atender a demanda de fornecimento de vacinas.

O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério, Gerson Penna, informou que não pretende fazer barreiras nem instalar postos de vacinação em estradas, já que a vacina demora 10 dias para fazer efeito e não adiantaria vacinar quem está em trânsito.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;